Os Únicos 6 Passos Para Escolher o Nicho Perfeito e Ganhar Dinheiro Com Seu Novo Blog

Quando desenvolvi o guia com mais de 400 nichos lucrativos tentei resolver um dos maiores problemas dos blogueiros, que é encontrar bons nichos para atuar.

Seja para ganhar dinheiro ou apenas por hobby, encontrar bons nichos para escrever se tornou um grande desafio.

Hoje, além da preocupação com textos de qualidade, otimização do blog, produção de conteúdo, um bom blogueiro precisa fazer uma bela pesquisa de mercado para justamente não ter um trabalho em vão, seja pelo público que não visita seu projeto ou pelo dinheiro que nunca virá.

Pensando nisso, resolvi redigir este artigo mostrando os passos que você deve seguir para escolher o nicho perfeito para o seu negócio. Nesse caso em particular, não vou falar sobre hobby, apenas sobre monetização.

nicho perfeito 2

O grande problema do mercado

Quando pensamos em nichos de mercado podemos facilmente identificar um dos maiores problemas encontrados na atualidade.

A grande maioria dos empreendedores digitais, incluindo eu e você, pelo menos um dia já passou por isso.

O problema:

“Muitas pessoas não fazem ideia de qual nicho escolher e acabam se dedicando a assuntos que não suportam simplesmente por pensarem que serão extremamente rentáveis. Quando se dão conta de que fizeram a escolha errada, por não terem o retorno financeiro desejado, acabam desistindo do negócio.”

Apesar de ser algo considerado meio “duro” de saber, é uma infeliz realidade. O correto seria não desistir, mesmo errando 1.000.000 de vezes, porém, muitos novos empreendedores desistem em seus primeiros meses.

Aqui está a solução:

“Nenhum empreendedor vira um empreendedor de sucesso sem errar. É como disse certa vez o autor do livro Pai Rico, Pai Pobre, Robert Kiyosaki: Uma pessoa de sucesso vai falir pelo menos uma vez em sua vida. Então, que seja o quanto antes. Todos estamos sujeitos a errar, mas podemos aprender o certo antes que isso aconteça. Como solução, mostrarei quais são as características de um bom nicho e como você poderá escolher o melhor para iniciar o seu negócio.”

Como é composto um nicho de mercado?

Vamos entender…

Imagine que você é desenvolvedor web e que necessita alavancar as vendas do seu serviço.

Você então decide criar um site com um portfólio e logo em seguida cria também um blog para gerar tráfego para o seu negócio.

Esse blog vai ser alimentado com conteúdo relevante e de qualidade que em pouco tempo atrai um público interessado em fazer alguns orçamentos com você.

Considerando o cenário acima, temos:

  • Mercado: Desenvolvimento Web
  • Área de interesse: Criação de sites
  • Linguagem do mercado: criação de loja virtual, criação de site institucional, criação de blog pessoal.

desenvolvimento web-min

Note que empreendimento está incluído no mercado de desenvolvimento web onde a área de interesse é a criação de sites e possivelmente as pessoas chegarão ao seu blog através de assuntos como criação de loja virtual, criação de site institucional, criação de blog pessoal, etc.

A linguagem do mercado nada mais é do que as principais palavras-chave de um determinado assunto. Ela representa as diversas maneiras de se chegar ao seu site e, no final, é ela que compõe suas visitas mais significativas. Vejamos um exemplo:

  • Para a palavra-chave criação de loja virtual seu blog recebe 800 visitas por mês;
  • Para a palavra-chave criação de site institucional seu blog recebe 965 visitas por mês;
  • Para a palavra-chave criação de blog pessoal seu blog recebe 1.000 visitas por mês.

No final, através das principais palavras-chave, seu blog recebe 2.765 visitas por mês. O que pode e vai trazer vários benefícios no que tange o fechamento de diversos jobs com clientes espalhados pelo Brasil.

Logo, um nicho de mercado é composto basicamente por um assunto geral (mercado), extremamente concorrido e sem muito valor comercial, por ser extremamente geral, seguido de uma área de interesse e dos assuntos específicos, menos concorridos e mais valorizados comercialmente.

O que é necessário entender para escolher o nicho perfeito?

Para os leigos, ganhar dinheiro com blogs é sinônimo de muito tráfego e várias conversões, ou melhor dizendo “quanto mais artigos, maiores são as chances de aparição no Google, maior é o número de visitas, maior é o número de visualizações de páginas e maior é a quantidade  de conversões”.

Baseado nisso, qualquer leigo poderia muito bem entender que qualquer nicho é lucrativo, porém, não é bem assim que as coisas funcionam.

Um nicho de mercado perfeito necessita muito mais do que isso. É preciso entender que o assunto necessita atender três necessidades básicas:

  • Deve ser procurado: As pessoas precisam procurar pelo assunto que você escreve. Isso garante que o blog receberá um bom tráfego ao longo do tempo.
  • Deve ter uma concorrência razoável: A concorrência para com outros sites deve estar em um nível aceitável.
  • Deve ser comercializável: As pessoas que procuram por esse assunto devem ter um desejo por algum produto relacionado a esse nicho.

Como encontrar o nicho perfeito?

nicho de mercado perfeito

Encontrar o nicho perfeito não é uma tarefa fácil. Muitas vezes selecionamos assuntos que poucas pessoas procuram ou, quando temos sorte de ter uma quantidade razoável de buscas, são assuntos em que os leitores estão interessados somente em consumir o conteúdo, mas não em comprar um produto ou serviço.

Um exemplo clássico são os sites de downloads de filmes e músicas onde milhares de pessoas estão dispostas a baixar o conteúdo, mas não a comprar. Portanto, fica a dica, não queira investir tempo e dinheiro nesse tipo de site. 😀

A fim de lhe ajudar a encontrar o nicho perfeito, listei 6 passos pelos quais você deve passar para conseguir encontrar um ótimo nicho para o seu negócio.

Passo 1 – Definindo o tema principal

O primeiro passo é fazer uma lista com os possíveis temas que você deseja abordar em seu novo blog.

Os temas devem ser compostos de uma ou duas frases que o descrevam. Anote tudo no bloco de notas.

Agora abra qualquer site de classificados online, como Mercado Livre, Olx, etc, e anote algumas categorias das quais você gostaria de falar.

Nesse momento não se preocupe com mais nada. Ainda não é a hora de ser crítico. Anote pelo menos 10 categorias ou assuntos dos quais você escreveria sem dificuldade.

Exemplo:

  • Download;
  • Imóveis;
  • Empregos;
  • Moda;
  • Beleza;
  • Animais;
  • Carros;
  • Hobbies;
  • Decoração;
  • Roupas;

Passo 2 – Encontre os Subtemas

De posse dos 10 assuntos, vá até a ferramenta UberSuggest do Neil Patel e faça o seguinte, inclua um dos assuntos no campo “insira uma palavra-chave“, logo após clique em “buscar“.

Você vai se deparar com uma tela similar a esta:

print 01 ubersuggest

Agora, clique na opção “ideias de palavra-chave” localizada na lateral esquerda. Você vai ter acesso a esta tela:

As palavras-chave encontradas já estão ordenadas por quantidade de buscas mensais. Agora, sua tarefa é selecionar mais 10 assuntos dos quais você se sentiria confortável para escrever.

Caso não se sinta confortável com um tema, descarte-o. Anote tudo em uma planilha eletrônica.

Faça isso para todos os 10 temas que você selecionou no passo 1. Ao final você terá uma planilha com 10 temas principais e 10 subtemas para cada tema.

Passo 3 – Verifique se o subtema é procurado

Agora chegou a hora de levar em consideração um detalhe muito importante nas buscas, o volume mensal de pesquisas.

Esse volume representa o total de buscas realizadas no país selecionado, porém não significa que um site na primeira página receberá essa quantidade de visitas.

Considere que elas são distribuídas da seguinte forma:

  • O site na primeira posição recebe em média 42% dos cliques
  • O site na segunda posição recebe em média 12% dos cliques
  • O site na terceira posição recebe em média 8% dos cliques
  • O site na quarta posição recebe em média 6% dos cliques
  • O site na quinta posição recebe em média 5% dos cliques
  • O site na sexta posição recebe em média 4% dos cliques
  • O site na sétima posição recebe em média 3% dos cliques
  • Os outros recebem em média os 25 restantes.

Baseado nisso, um site cuja palavra-chave aparece com 50.000 buscas mensais na verdade receberá visitas baseado na posição em que estiver:

  • Se estiver na primeira posição, receberá no mês 21.000 visitas teoricamente
  • Se estiver na segunda posição, receberá no mês 6.000 visitas teoricamente
  • Se estiver na terceira posição, receberá no mês 4.000 visitas teoricamente
  • Se estiver na quarta posição, receberá no mês 3.000 visitas teoricamente
  • Se estiver na quinta posição, receberá no mês 2.500 visitas  teoricamente
  • Se estiver na sexta posição, receberá no mês 2.000 visitas teoricamente
  • Se estiver da oitava posição em diante, poderá receber 1.000 visitas ou menos.

Sabendo disso, vá até o UberSuggest e inclua as 10 palavras-chave de cada tema pesquisado e verifique o volume de pesquisa de cada uma delas.

No exemplo abaixo o tema principal foi “Animais” e a palavra-chave do subtema foi “animais em extinção“, logo vemos que esta palavra em particular possui exatamente 60.500 buscas mensais:

buscas mensais animais em exinção

Exclua da sua  planilha eletrônica todas as palavras-chave cujas pesquisas mensais são menores que 20 mil, pois essas não lhe renderão um bom tráfego.

Faça isso para cada subtema encontrado e vá excluindo da sua planilha as que possuem poucas buscas mensais.

Passo 4 – Verifique a concorrência do subtema

analisndo a concorrência

Para cada subtema, você fará um trabalho um pouco mais árduo. Vá até o Google e faça uma pesquisa simples por cada palavra. Depois anote em sua planilha o seguinte:

  • A quantidade total de resultados
  • O endereço do site que está em primeiro lugar
  • Quantos anúncios possuem exatamente a palavra-chave informada

Veja como ficaria nesse exemplo:

Quantidade total de resultados:

quantidade de resultados no google-min

O endereço do site que está em primeiro lugar: 

endereço do site em primeiro lugar

No meu caso não existia nenhum anúncio patrocinado para a palavra-chave “animais em extinção”.

Outra dica mais rápida e muito eficiente é novamente colocar a palavra-chave de cada subtema na ferramenta UberSuggest e analisar a visão geral da ferramenta, veja:

print visão geral neil patel

Na imagem acima você pode ver duas informações importantes, primeiro a “dificuldade de SEO” que informa que a palavra-chave possui o nível 32 que é considerado mediano em termos de facilidade para posicionar. E o próprio Neil Patel afirmando que essa palavra-chave é fácil de classificar e que há uma chance de 68% de você ser capaz de classificar nas primeiras posições.

Essa ferramenta é top e merece ser colocada em seus favoritos, concorda? Deixa um comentário ai com sua opinião! 😉

Baseado nessas informações você poderá analisar, mais a frente, se a concorrência para o tema escolhido é muito grande ou se com um pequeno esforço você poderá obter bons resultados, como um primeiro ou segundo lugar nas pesquisas do Google.

Passo 5 – Verifique se o subtema é rentável

Depois de tudo isso, chegou a hora de usar o “tato” para identificar se o tema em geral é comercializável, ou seja, se tem potencial para gerar receita.

A maneira mais comum de fazer isso seria verificando o CPC médio através da ferramenta de análise de palavras-chave do Google ou até mesmo olhando novamente a ferramenta do Neil Patel, porém um nicho vai além do que um simples anúncio do Adsense ou métrica de uma ferramenta X.

Para identificar se o tema como um todo tem potencial de gerar dinheiro faça o seguinte:

  • Pesquise por produtos relacionados no Hotmart, Eduzz e Monetizze. Existem bons produtos?
  • Encontre um problema relacionado ao tema e pergunte-se se alguém pagaria para ter esse problema resolvido. Alguém pagaria?
  • Dos anúncios que você identificou em suas pesquisas no Google, pelo menos 50% tem uma variação da palavra-chave do subtema, por exemplo, se você viu 10 anúncios e 5 deles tem a variação da palavra-chave no título isso representa 50%.

Se você respondeu sim a essas três perguntas, pode ter certeza que o nicho é rentável. Anote tudo em sua planilha para que você possa fazer a análise final.

Passo 6 – Faça uma análise final

Com a planilha preenchida, chegou  a hora de fazer a análise final do nicho. O que você deve considerar, primeiramente como fator de exclusão é o fato do nicho ter alguma possibilidade de monetização.

Portanto, dos 10 subtemas selecionados, exclua aqueles que possuem duas respostas “não” para as perguntas do passo anterior.

Agora exclua os subtemas cujas “URL do primeiro colocado no Google” sejam um domínio principal.

Ao final de tudo isso você terá uma planilha enxuta e com dados básicos que garantem, pelo menos teoricamente, que os temas tenham um bom nível de concorrência, uma boa quantidade de buscas e grande possibilidade de ganhar dinheiro pela internet.

Note que ao longo do processo você excluiu muitos subtemas, então, baseado nesses dados, selecione o nicho em que sobraram mais subtemas disponíveis.

Dessa forma você terá um grande leque de possibilidades de ganhos com seu novo blog além de ter mais assunto para escrever.

Passo 7 (Brinde) – Lista de nichos rentáveis

Você leu todo o artigo e viu que alguns passos são bem trabalhosos de realizar, certo?

Bom, caso você não queira seguir todos os passos e queira partir para algo realmente “pronto”. Quero lhe apresentar o meu guia completo com mais de 400 nichos de mercado inexplorados e altamente lucrativos.

 

Nesse guia você vai encontrar uma lista completa de nichos com suas respectivas quantidades de buscas mensais, além de um campo informativo destacando a existência ou não de produtos nas três principais plataformas do mercado.

Baixar Guia Completo

Conclusão

Apesar de aqui tratarmos de apenas 10 temas com 10 subtemas cada um, você pode ajustar esses números de acordo com a sua vontade ou necessidade. Quanto mais você listar, mais confiável será a análise.

Quero encerrar este artigo informando que as técnicas aqui apresentadas foram testadas e aprovadas por vários empreendedores de sucesso.

Também tenho outro artigo mostrando 5 métodos eficientes para encontrar um nicho rentável. Vale a pena dar uma conferida. Veja:

>> Como Encontrar Um Nicho Rentável <<

Quero encerrar pedindo sua opinião sobre este artigo. O que você achou? Este material te ajudou de alguma forma? Está feliz por ter encontrado este material?

Compartilha conosco seus sentimentos que ficarei em ler e responder!

Grande abraço e até a próxima!