Como Criar Artigos Otimizados Para Conversão – O Guia Absolutamente Completo

Utilizar programas de afiliados para ganhar dinheiro na internet é, de certa forma, algo extremamente confuso para muita gente ainda.

O principal motivo é que grande parte dos blogueiros não sabe ao certo o que fazer para conseguir lucros efetivos além de incluir banners e/ou links de forma errônea no blog. Lógico que não posso generalizar, porém, a maior parte dos iniciantes age exatamente dessa forma.

Colocar links e banners espalhados pelo blog não está de todo modo errado, porém, para conseguir lucros efetivos com o seu blog você precisa entender que existe todo um processo de conversão envolvido que não se limita somente a inclusão de banners e links.

Neste artigo eu pretendo mostrar como você pode criar artigos otimizados para a conversão e com isso aumentar consideravelmente a sua renda com os programas de afiliados.

Porém, antes de continuar, tenho o orgulho e prazer em dizer que 99% do que está escrito aqui neste artigo foi fruto do meu aprendizado com o curso Formula Negócio Online do Alex Vargas. Um curso excepcional que mostra todos os caminhos que você deve seguir para construir o seu império na internet.

>> Quero Conhecer o FNO <<

artigos otimizados para conversão

Você não precisa de milhares de visitas

O primeiro ponto que você deve entender é que para ter uma boa taxa de conversão não é necessário ter milhares de visitas.

Lógico que, quanto mais visitas melhor. Porém, com a estratégia que irei te ensinar nesse artigo, você com poucas visitas consegue realizar vendas tranquilamente.

Através da boa estruturação de um artigo e uma distribuição estratégica de links é totalmente possível você conseguir vender bastante.

No artigo “como fazer a primeira venda na Eduzz em até 45 dias” eu mostro um pouco dessa estratégia e como a mesma pode ser benéfica em médio prazo.

Construa um artigo resenha

Antes de entender o que é um artigo resenha é importante saber que dentro de um blog existem praticamente quatro tipos de artigos que você pode criar. São eles:

  • Artigos comuns;
  • Artigos otimizados;
  • Artigos resenha;
  • Artigos ninjas

No vídeo abaixo explico em detalhes esses tipos de artigos:

Um artigo resenha nada mais é do que um artigo que receberá o tráfego dos seus outros artigos e possuirá a missão de encaminhar o leitor para a página de vendas do produto que está sendo divulgado.

O objetivo desse artigo é unicamente direcionar o leitor para a página de vendas do produto para que o mesmo possa concretizar a compra.

Sempre tenha um, e apenas um, artigo resenha para cada produto que deseja promover.

No link abaixo você encontra um exemplo real aqui do blog:

>> Visualizar Exemplo <<

No artigo abaixo eu mostro detalhadamente como utilizar os quatro tipos de artigo para vender muito mais com o seu blog, veja:

>> Como Vender Muito Mais com o Seu Blog [Método 100% Funcional] <<

No vídeo abaixo explico detalhadamente o conceito de artigo resenha e seu objetivo:

Direcionar o tráfego corretamente

Depois de entender o que é um artigo resenha, mesmo que superficialmente, é preciso entender que nem sempre o leitor deve ser direcionado para esse tipo de artigo.

Por quê? 

Porque muitas vezes colocar links para esse tipo de artigo pode causar repulsão ou perda de interesse.

Vou dar um exemplo para ficar mais claro:

Suponha que você acabou de redigir um artigo resenha completo sobre o curso Formula Negócio Online e que agora está criando um artigo comum falando sobre o Alex Vargas que é o detentor do curso.

Sabendo que nesse artigo comum sobre o Alex você vai falar praticamente tudo sobre o mesmo e o seu curso, você acha que é necessário direcionar o leitor para o artigo resenha?

Claro que não! Isso causaria repulsa e desinteresse por parte do seu visitante. O mais recomendável nesse exemplo é enviar o leitor diretamente para a página do produto. Ficaria mais ou menos assim:

Artigo comum sobre Alex => Página de vendas do formula. 

Artigo resenha sobre o Formula => Página de vendas do formula.

Baseado nessa lógica é necessário seguir algumas regras simples para o correto direcionamento do seu público.

Não direcionar o leitor para o artigo resenha quando…

  • Supõe-se que o leitor conhece algo sobre o assunto;
  • Tem-se a certeza de que o leitor não conhece o assunto, mas já foi explicado previamente.

Direcionar o leitor para o artigo resenha quando…

  • Tem-se a certeza, ou uma pequena dúvida, de que o leitor não conhece o assunto.

Conhecendo as áreas de conversão.

Entender as áreas de conversão vai te levar para um novo patamar no que tange o trabalho como afiliado.

Eu quero que você imagine um artigo resenha dividido em áreas, as quais podem ser definidas da seguinte forma:

Área 01 = parágrafo 01;

Área 02 = parágrafo 02;

Área 03 = parágrafo 03 em diante. 

Cada uma dessas áreas representa uma possibilidade de conversão.

Um fato muito importante que deve ser considerado aqui é justamente a preguiça que nós brasileiros possuímos ao se deparar com determinado artigo.

Geralmente e dificilmente conseguimos terminar a leitura de um determinado artigo. Muitas vezes por preguiça mesmo.

Essa informação se torna relevante justamente pelo fato de você entender que as primeiras áreas do artigo são cruciais para capturar a atenção do seu leitor e direciona-lo para a página de vendas do produto.

Devemos considerar que existe uma grande possibilidade do visitante ler o que está na área 01, uma possibilidade média de ler o que está na área 02 e uma possibilidade baixa de ler o que está na área 03.

Dito isso, temos algumas regras de conversão para um artigo resenha.

Área 01 – Primeiro parágrafo:

Nessa área existe grande chance de conversão e muita chance de rejeição visto que o leitor ainda não conhece o produto.

Se o produto que escolheu para divulgar possuir uma ótima página de vendas, as chances de conversão aumentam drasticamente, caso contrário, as chances de rejeição aumentam bastante.

O segredo aqui é utilizar essa área somente para produtos conhecidos e que possuam uma boa página de vendas, caso contrário, deixe o primeiro parágrafo sem links mesmo.

Área 02 – Segundo parágrafo:

Aqui o leitor já tem uma ideia do que se trata o produto e pode decidir se realmente quer visitar a página para conhecer, comprar ou se cadastrar.

Geralmente é nessa área que se concentra o maior número de conversões, Pois os visitantes já possuem uma ideia clara sobre o produto divulgado.

Área 03 – Terceiro parágrafo em diante:

Na grande maioria dos sites, é a área que fica abaixo da dobra da página. Ao chegar nessa área o leitor já terá certo aprofundamento acerca do produto e poderá tomar uma decisão mais embasada.

Em contrapartida, é uma área que causa no visitante a probabilidade maior de distração, pois o mesmo terá que rolar o mouse para baixo e com isso se deparará com itens secundários do blog (imagens, vídeos, banners e etc), fazendo com que o mesmo perca o foco no conteúdo do artigo.

Agora que você conhece as áreas de conversão de um artigo resenha, vamos entender como funciona o linkbuilding interno dentro do blog.

Como fica a questão do linkbuilding?

Criar ligações internas para outros artigos é extremamente importante para o bom posicionamento no Google.

Porém, distribuir links de forma esporádica pode fazer com que seus leitores se percam no meio do caminho.

Portanto, é importante conhecer algumas regras para manter o equilíbrio do seu blog e consequentemente aumentar as chances de conversão.

Para artigos resenha eu tenho uma regra muito importante, veja:

  1. Nunca faça link building em um artigo resenha. Você pode criar links para ele, mas nunca para fora dele. Os links que saem do artigo resenha devem ser, exclusivamente, para a página do produto.

Ah Wilker, beleza. Entendi. E quanto aos outros tipos de artigos? Como devo fazer o link building?

Bom, no vídeo abaixo eu mostro como fazer, veja:

Evite o excesso de banners

Para finalizar o nosso artigo trago mais essa dica, evite utilizar muitos banners em seu blog. Os banners desviam a atenção do leitor e fazem com que ele perca o foco que você impôs em seu website.

Você não precisa abdicar dos banners, basta apenas dosar sua utilização.  Lembrando que em hipótese alguma inclua banners em artigos resenha.

Conclusão…

Agora que você aprendeu as dicas para tornar seus artigos otimizados para a conversão, nada mais lógico do que colocar a mão na massa e começar a implementar agora mesmo.

Neste artigo vimos que você não precisa de milhares de visitas para gerar conversão, vimos a importância da construção de um bom artigo resenha, aprendemos como direcionar o nosso tráfego corretamente, conhecemos as áreas de conversão de um artigo resenha bem como aprendemos como funciona o link building interno desse tipo de artigo.

Espero que essas dicas tenham sido úteis para você e que as mesmas possam te ajudar na sua carreira como blogueiro.

Lembrando que 99% do que está sendo ensinado aqui é fruto do meu aprendizado junto ao curso Formula Negócio Online. Portanto, fica o meu convite para você que deseja fazer um curso de qualidade e extremamente completo.

QUERO CONHECER O FORMULA NEGÓCIO ONLINE

No mais deixo um forte abraço e te aguardo nos próximos artigos!