Entrevista com Victor Palandi

Estou inaugurando hoje mais um atrativo aqui do blog. Todas as semanas a partir de agora, estarei postando entrevistas que venho realizando com diversos profissionais renomados do mercado digital.

Essas entrevistas lhe darão com certeza uma boa dose de ânimo e motivação para continuar o seu trabalho firme e forte no empreendedorismo digital.

O primeiro entrevistado é justamente o Victor Palandi, Um jovem empreendedor que vem conquistando o mercado dia após dia com suas empresas, a Palandi Network e a ContentLovers.

Nessa entrevista ele compartilha conosco sua experiência como empreendedor e repassa diversas dicas para quem está iniciando ou para quem pretende entrar nesse mercado.

victor palandi

Com vocês, Victor Palandi…

01 – Antes de qualquer coisa quero agradecer sua disponibilidade pela entrevista. Você pode nos falar um pouco sobre você?

Eu que agradeço pelo convite. Bom, meu nome é Victor Palandi, tenho 20 anos e 2 empresas: a Palandi Network, focada em cursos; e a ContentLovers, que controla as agências de conteúdo.

Gosto bastante de viajar, comer sorvete e ver séries de TV! hehehe Também amo namorar, jogar videogame e trabalhar. Aliás, “trabalho” é uma palavra que desencadeia sensações negativas, muitas vezes, porém quando fazemos aquilo que nos diverte, certamente fica bem prazeroso.

02 – Quando e como você começou no marketing digital?

Aos 10 anos, eu escrevi meu primeiro livro. Aos 13, fazia artigos para blogs de futebol, e, pouco tempo depois, comecei a trabalhar para agências de conteúdo, como freelancer. Desde então, eu não parei.

Porém, com marketing mesmo, foi em 2012, quando lancei um produtinho sobre perfumes importados. 1 ano depois, lancei o meu primeiro curso: “Crie um eBook de Sucesso em 30 dias”. A partir daí, entrei de cabeça em vendas, e fui obrigado a aprender sobre marketing, para obter resultados melhores.

03 – Quando você começou, o que as pessoas próximas a você falavam sobre a questão de se trabalhar em casa pela internet?

Sempre me apoiaram! Liam meus textos, viam meus vídeos… Até hoje, meu pai recebe meus e-mails! hehehe

Porém, inicialmente viam como renda extra (até eu via assim). Apenas quando os resultados cresceram, que todos perceberam que daria para viver – muito bem – do trabalho na internet.

04 – Quais dos seus projetos online você tem um carinho mais especial? E porquê?

Certamente é o C3O, porque ele é bem barato (R$ 19,90), é o que mais traz conteúdo (mais de 200 aulas) e o que permite pessoas com pouco dinheiro iniciarem seus trabalhos na internet, bem como profissionais de nível intermediário e avançado a conseguir capacitar-se ainda mais.

05 – Se você pudesse dar um conselho para os iniciantes, qual seria?

Seja um C3O! hehe Eu diria para criar muito conteúdo grátis, ser conhecido e pensar em ajudar sempre. O dinheiro vem como consequência de um bom trabalho.

Acima de tudo, construa lista. Quem tem lista de e-mails, sempre tem para quem vender.

Está gostando da entrevista? Que tal receber mais conteúdo como esse e ainda de quebra, receber uma super aula onde ensino como gerar seus primeiros R$ 1.000 reais com o Hotmart?

06 – Qual foi a coisa mais bacana que o seu trabalho como empreendedor digital já lhe proporcionou?

Impactar milhares de pessoas, certamente. Recebo centenas de e-mails todos os dias, e sempre vêm mensagens com elogios e agradecimentos. Isso é o que mais me alegra.

Afinal de contas (sem querer parecer cliché), ajudar e ser dócil traz boas energias, faz bem a nós mesmos, além de fazer bem a outras pessoas.

Nunca que eu imaginaria que aos 18 anos abriria minha primeira empresa e já teria pessoas me seguindo, agradecendo e compartilhando meu trabalho.

07 – Qual a sua grande aposta para o mercado digital no momento? E no futuro?

Acredito que seja o compartilhamento de informações, tanto no momento, quanto no futuro. Todos queremos aprender, ter uma vida melhor e atingir nossos objetivos.

Sendo assim, temos sempre o que extrair de outras pessoas. Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar. Logo, eu posso ter algum tipo de resultado com marketing, mas tenho deficiências em outras áreas, que podem ser supridas por outros cursos, de várias pessoas.

Se todos compartilharem informações que sabem, todos saem ganhando. É fácil falar isso, e todos vão dizer que já sabem, mas senso comum não significa que as pessoas o sigam.

Quantos vídeos, aulas e áudios as pessoas em geral gravaram na última semana? Pouco, mas certamente maior do que no ano passado. Eu acho que esse número tende a aumentar, porque o brasileiro está perdendo o medo de fazer compras na internet e mais homens e mulheres percebem o potencial de vender produtos digitais.

Bom, concluindo, hoje, amanhã e por muito tempo, o grande motor do mercado digital será o compartilhamento de informações, seja por meio de cursos, áudios ou livros, pelo menos na minha opinião.

08 – Como você se sente sabendo que seu trabalho é uma referência em marketing digital para várias pessoas do país?

Me sinto grato, mas, acima de tudo, mostra que estou no caminho certo. E isso é viciante, porque eu sei que há muitas pessoas que ainda não me conhecem, portanto se eu me dedicar mais e mais, posso chegar até elas.

Poucos sabem do quanto me dediquei para chegar até aqui. É recompensador ver que o tempo investido foi frutífero.

09 – Se você perdesse tudo (dinheiro, contatos, tráfego, websites, etc) e tivesse que começar do zero com um orçamento de apenas R$ 100,00, qual seria o seu plano imediato?

Utilizaria ferramentas gratuitas, criaria uma nova lista a partir de grupos, páginas e conhecidos, e faria um pequeno lançamento, que me gerasse, pelo menos, R$ 1.000.

Pode parecer difícil para alguns, mas veja: vendendo para 10 pessoas um produto a 100 reais, já atingiria esse valor. A partir daí, reinvestiria e multiplicaria a quantia.

Também geraria muito conteúdo grátis: vídeos no Youtube, artigos gratuitos para diversos blogs, áudios para o SoundCloud, e assim por diante. Quanto mais estiver em evidência, mais fácil será de gerar uma nova lista de contatos, conseguir tráfego e converter em dinheiro.

10 – No que você está focado atualmente e quais os seus planos para o futuro?

Estou sempre muito focado em crescer minha lista de e-mails. Percebi que isso é o grande pilar que me traz segurança. Basta 1 e-mail agora, e já posso gerar vendas. E-mail marketing é deveras poderoso!

E, para aumentar minha lista, preciso criar muito conteúdo grátis, vender novos cursos e atingir novas pessoas.

Tanto no momento, quanto para o futuro, quero ver o C3O se tornando referência em treinamento de marketing digital. Sei que tem potencial, e é só questão de tempo. 😉

11 – Considerações finais… Fique a vontade para falar o que quiser.

Gostaria de agradecer pela entrevista. Me diverti respondendo às perguntas e espero que você tenha tirado boas ideias para seu projeto. Qualquer coisa, entre em contato comigo e fique à vontade para conhecer o C3O:

[Clique Aqui Para Conhecer o C3O do Victor]

Um grande abraço e sucesso!

Concluindo…

Bom, gostaria de agradecer ao Victor Palandi, pela sua disponibilidade e principalmente pela sua humildade em querer sempre ajudar o próximo. Esse garoto vai longe! Hehe.

Fica aqui o meu convite para você conhecer o trabalho do Victor e quem sabe até fazer parte do C3O. No mais, vou ficando por aqui, forte abraço e sucesso!

Está gostando da entrevista? Que tal receber mais conteúdo como esse e ainda de quebra, receber uma super aula onde ensino como gerar seus primeiros R$ 1.000 reais com o Hotmart?