Checklist Para Blogueiros – 50 Pontos da Criação do Blog Até à Monetização

Um grande problema que a maioria das pessoas enfrenta ao tentar criar um blog rentável e de sucesso na internet é passar por toda a sequência de passos que vai da escolha do domínio até a publicação de um anúncio.

Embora isso pareça simples para os mais experientes, é algo extremamente difícil e doloroso para quem está começando.

Digo isso por experiência própria, pois sofri muito com a criação dos meus primeiros blogs. Hoje, graças a um pouco mais de conhecimento, sei que não preciso instalar plugins desnecessários para ter um blog pronto para gerar dinheiro.

Neste guia, de forma clara e objetiva, quero apresentar um checklist completo que utilizo toda vez que lanço um novo blog.

Como é algo muito pessoal, podem existir diversas variações dos plugins e da ordem na qual as coisas acontecem, por isso peço a sua ajuda para que no final deixe o seu comentário no intuito de complementar e enriquecer este guia.

Lembrando que todo e qualquer comentário é bem vindo e agregará muito valor a este artigo.

checklist-blogueiros

Itens do Checklist

Análise do Nicho

  • O assunto é procurado pelas pessoas?
  • Tem um nível de concorrência razoável?
  • É comercializável?

Recomendação de leitura: >> Como encontrar um nicho rentável <<

Escolha do domínio

  • O domínio contempla a palavra-chave principal a ser trabalhada?
  • O domínio é fácil de lembrar?
  • O domínio é curto o suficiente para o usuário querer digitá-lo?

Recomendação de vídeo:

Escolha da hospedagem

  • Para CMS como WordPress, Joomla e Drupal: servidor Windows ou Linux com PHP e Mysql 5 ou superior.
  • Apenas um blog novo: hospedagem compartilhada.
  • Vários blogs cujos acessos juntos ultrapassam 1.000 por dia: hospedagem VPS.

Recomendação de vídeo:

Configuração dos serviços essenciais

  • Configuração da conta do Google Analytics para uso futuro.
  • Configuração do Google Search Console.
  • Criação de uma conta no Akismet (personal) e captura da API KEY.
  • Cadastro em programas de afiliados do seu interesse.
  • Cadastro no Hotmart, Monetizze e Eduzz.

Recomendo a leitura: >> Os melhores programas de afiliados da atualidade <<

Preparação para a instalação do blog

  • Atualizar o DNS do domínio para o DNS da hospedagem contratada (desconsiderar se for a mesma empresa).
  • Baixar o CMS (WordPress.org, Joomla, Drupal, etc).
  • Criar o banco de dados, anotar o nome, a senha e o host.

Instalação do novo blog

  • Fazer upload dos arquivos do CMS no servidor.
  • Incluir os dados de acesso ao banco de dados.
  • Finalizar processo de instalação configurando tela padrão do WordPress.

Recomendação de vídeo:

Instalação dos plugins essenciais

  • SEO Yoast – Contém várias opções de configuração e controle de otimização para os motores de busca. É considerado por muitos o melhor plugin de SEO juntamente com o All in One SEO.
  • Google Analytics for WordPress by MonsterInsights – Plugin essencial para quem deseja instalar com facilidade o código de rastreio do Google Analytics.
  • Google XML Sitemaps – o SEO Yoast também gera sitemaps, porém esse plugin é mais eficiente e organizado. Ideal para submeter mapas para o Google Search Console.
  • TinyMCE Avançado – Plugin essencial para turbinar o editor de textos padrão do WordPress.
  • WP Super Cache – Plugin altamente recomendado para aumentar a velocidade do blog.
  • Akismet – é o melhor plugin antispam para o WordPress. Já vem instalado por padrão, bastando apenas incluir a API KEY após o cadastro no site (grátis).

Existem diversos plugins espalhados pela internet, porém, esses são os mais importantes ao meu ver e devem ser instalados antes de qualquer coisa, até porque tudo depende deles.

Recomendo a leitura: >> Os melhores plugins grátis para WordPress <<

Configuração do blog

  • Configurar links permanentes [configurações > links permanentes].
  • Título do site ou blog [Plugin Yoast SEO] e [configurações geral].
  • Escolha do tema do blog [Aparência > Temas].

Preparação das imagens que serão utilizadas no blog. 

  • Download do Fireworks ou Photoshop para criação de imagens mais leves e de maior qualidade. Outra opção é utilizar o Canva.
  • Imagens do topo: logotipo, banners personalizados, capas de e-books, etc.
  • Imagens da sidebar: banners personalizados, captura de emails, capas de e-books, imagens de destaque, redes sociais, etc.

Organização da sidebar

  • Sidebar.
  • Área de destaque (melhores artigos, artigos populares, etc).
  • Área de captura bem preparada, para captura de e-mails.
  • Artigos recomendados pelo autor.
  • Área de banners para publicidade direta ou para promoção de afiliados.
  • Categorias.
  • Links de parceiros.

Inclusão de códigos nos artigos e páginas

  • Adsense ou banners de afiliados – no topo e/ou rodapé dos artigos.
  • Captura de e-mails bem visível no rodapé dos artigos e páginas.

Criação de páginas de suporte

  • Politica de privacidade.
  • Termos e condições.
  • Dúvidas frequentes.
  • Página de contato.

Criação de artigos de conversão

  • Levantamento dos produtos a serem promovidos.
  • Criação de um artigo otimizado para cada produto.

Recomendo a leitura: >> Como criar artigos otimizados para conversão – Guia Completo <<

Criação dos artigos comuns e otimizados

  • Criação dos artigos do blog que farão ligação com os artigos de conversão.
  • Criação dos demais artigos, linkando para os artigos de conversão e para os artigos comuns.

Recomendação de vídeo:

Verificação da conta

  • Código de acompanhamento do Google Search Console.
  • Código de acompanhamento do Google Analytics.

Macro Checklist

Se fôssemos considerar a quantidade de itens identificados nesse checklist, com certeza ficaríamos desanimados e desmotivados. 

Porém, de uma maneira geral, tudo o que está listado aqui é o que já fazemos em nossos blogs e sequer damos conta. 

Basicamente esse checklist pode ser resumido da seguinte maneira:

  • Análise do mercado;
  • Registro de domínio e hospedagem;
  • Preparação de contas externas;
  • Instalação de um CMS;
  • Instalação dos plugins base;
  • Configuração do CMS;
  • Preparação de criatividade e conteúdo;
  • Publicação de anúncios;
  • Liberação do blog para o “mundo”

Conclusão

Espero sinceramente que você aproveite essas informações e que as mesmas possam lhe ajudar a agilizar suas tarefas como blogueiro. 

Grande abraço e até mais!