[Checklist SEO] 12 Passos que Você Deve Seguir Mesmo Não Querendo Aprender SEO.

Você acabou de colocar seu site no ar e sabe que precisa otimizá-lo, porém, você não sabe nada de SEO ou simplesmente não quer estudar sobre tal assunto.

Se você estiver passando por isso, este checklist vai te ajudar bastante. Pois fiz questão de compartilhar 12 passos que você deve seguir para otimizar o seu site mesmo não sabendo nada de SEO.

Este checklist foi criado para pessoas como você, que estão iniciando e que não querem / pretendem se tornar especialista em SEO.

Tudo o que será mostrado aqui pode ser implementado em uma única tarde; Isso fará uma diferença enorme no desempenho do seu site e o melhor de tudo é que você sairá na frente da maioria dos iniciantes.

Só para deixar claro, você precisa seguir exatamente a ordem que está imposta aqui no artigo, ok?

Outra coisa que preciso mostrar é justamente as 10 mentiras que contam por ai sobre o SEO. Dar uma lida neste material e veja que nem tudo que reluz é ouro!

>>Clique Aqui<<

Vamos lá…

checklist seo

# Passo 01 – Ative o Google Analytics e instale o código de rastreamento.

Um erro muito comum dos novatos é justamente esquecer-se de colocar o Google Analytics no Blog.

Isso não pode acontecer de forma alguma, Pois é através dessa ferramenta que você conseguirá medir a quantidade de visitas do seu projeto, além de outras métricas importantes.

Passo 01: Clique Aqui para começar com o Google Analytics.

Passo 02: Instale o código de rastreamento em seu site.

OBS: Se você usa WordPress (recomendo que use sempre), você pode baixar e instalar o plugin Google Analytics for WordPress by MonsterInsights. Com esse plugin o processo de integração fica muito mais simples e eficaz.

# Passo 02 – Configurar sua conta no Google Search Console

Se você acabou de instalar o Google Analytics, provavelmente você não conseguirá visualizar as informações pertinentes desta ferramenta, pois o Google leva certo tempo para sincronizar as informações.

Porém, é de extrema importância que você associe o seu projeto junto a essa ferramenta para futuramente mensurar seus resultados e verificar possíveis erros de rastreamento do seu site.

google search console

# Passo 03 – Verificar compatibilidade com dispositivos móveis

No inicio de 2015, o Google anunciou que estaria utilizando como fator de classificação a questão do site ser ou não responsivo. Dando prioridade para os sites que se adaptassem aos dispositivos móveis.

Essa notícia gerou um verdadeiro “Boom”, e fez com que várias empresas se atualizassem perante as novas tecnologias.

Portanto, é importante você verificar se o seu site é responsivo e se atende aos requisitos que o Google impõe.

Para verificar basta Clicar Aqui e informar a URL do seu site.

teste de otimização wilker costa

Help! Meu site falhou no teste móvel, e agora?

Bom, não tem muito que fazer. Você precisará adquirir um tema responsivo. Existe uma infinidade de temas no mercado, porém, eu recomendo um dos três citados neste artigo!

# Passo 04 – Crie e envie seu Sitemap para o Google Search Console

Ao adicionar um sitemap na sua conta do Google Search Console, o Google conseguirá rastrear suas páginas muito mais rápidas.

Passo 01: use este plugin para gerar um sitemap. No vídeo abaixo eu mostro como configurar o plugin indicado:

Passo 02: Adicione o seu sitemap ao Google Search Console, siga o seguinte caminho: rastreamento > sitemaps > adicionar sitemap.

adicionando sitemap

# Passo 05 – Você está indexado no Google?

Estar “indexado” significa que o Google descobriu seu site e o incluiu em seus resultados de pesquisa. Existem duas maneiras de verificar isso:

  1. Faça uma pesquisa no Google por: “site: www.seudominio.com”, escreva tal qual tomando o cuidado de colocar a URL do seu projeto. Se o Google apresentar o seu blog nos resultados é sinal de que o mesmo está indexado. Caso contrário, você precisará verificar o que pode estar acontecendo de errado.

print resultados de pesquisa wilker costa

2. Verifique no Google Search Console o status do índice do seu projeto. O total indexado deve ser maior do que 0.

quantidade de páginas indexadas

Help! Meu site não está indexado

Motivo 01: Seu arquivo robots.txt está bloqueando seu site. Para verificar, vá ao seu painel do WordPress e verifique as configurações de leitura. Certifique-se de que o campo “Evitar que mecanismos de busca indexem este site” esteja desmarcado.

print tela wilker costa

Motivo 02: Seu site é novo. Portanto, a indexação pode levar algum tempo.

Motivo 03: Você criou um site de SPAM, ou seja, você criou um site com baixa qualidade ou com conteúdo de terceiros e o Google achou melhor não indexar o mesmo.

No vídeo abaixo eu mostro um truque para indexar os seus conteúdos em tempo recorde. Tenho certeza que te ajudará nesse processo, dar uma olhada:

# Passo 06 – Verifique seus links permanentes

Link permanente é o texto que aparece na barra de navegação do browser. Você pode pensar nisso como um endereço para encontrar determinado conteúdo.

Ex: https://www.wilkercosta.net/melhor-curso-de-seo/

Esse link é o que as pessoas usam para encontrar as postagens do seu blog.

Essa estrutura deve ser clara e de fácil entendimento para o seu futuro visitante e principalmente para o Google.

O problema aqui é que o WordPress traz em suas funcionalidades um padrão meio esquisito, algo parecido com isso:

Ex: https://www.wilkercosta.net/?p=123

Essa estrutura não é interessante nos dias de hoje. Portanto, você precisa ir aos links permanentes do seu blog em WordPress e modificar essa estrutura:

print links permanentes wilker

Aviso Importante

Se o seu site estiver no ar há mais de 06 meses é altamente recomendável que NÃO faça essa mudança.

Lembre-se que seu permalink é como um endereço, então imagine o que está envolvido na mudança de seu endereço quando você se muda. Praticamente, você tem que avisar aos correios que se mudou, aos amigos e atualizar tudo que está vinculado ao endereço antigo. O processo para o seu site é o mesmo.

“Entendi. Mas Wilker, é possível fazer?”

Sim. É possível fazer, mas você perderá todas as contagens de compartilhamento social e você corre o risco de perder seu ranking no Google.

Se estiver disposto a correr esses riscos, eu sugiro que contrate um profissional qualificado, já que o foco do nosso artigo é apenas as tarefas básicas, beleza? 😉

# Passo 07 – Escolher a versão “www” ou sem o “www”

Esse é um dilema nesse mercado, ou seja, escolher a versão www.wilkercosta.net ou a versão wilkercosta.net?

Veja, um não é melhor do que o outro para fins de SEO, as pessoas tendem a escolher por razões pessoais.

No entanto, você deve escolher uma versão e aderir à mesma para que assim você não tenha problemas de conteúdo duplicado com o Google.

Aqui no blog utilizamos a versão com o “WWW”.

Depois que decidir, aqui está o que precisa fazer:

Passo 01: verifique as configurações gerais do WordPress e analise a versão que está lá:

print configurações gerais wilker costa

Caso não seja a versão que deseja, basta editar e salvar.

Passo 02: atualize suas informações no Google Search Console. Para isso acesse o menu configurações do site e escolha a versão que deseja apresentar:

print configurações search console

# Passo 08 – Verifique a velocidade de carregamento do site e otimize se necessário

Outro fator importante de classificação no Google é a velocidade de carregamento da página.

Um ótimo tempo de carga seria algo inferior a 2 segundos, mas qualquer melhoria seria benéfica para o seu site.

Utilize um dos dois serviços abaixo para medir a velocidade de carregamento do seu projeto, logo após, entenda e aplique as melhorias.

Otimize seu site para um melhor carregamento

  1. Instale um plugin de cache: um plugin de cache gera páginas estáticas para o seu site, o que melhora e muito a velocidade de carregamento.  Recomendo o plugin WP Super Cache
  2. Compressão das imagens: comprimir as imagens em seu site é uma das maneiras mais fáceis de reduzir drasticamente sua velocidade de carregamento. Recomendo o plugin Smush Image Compression And Optimization
  3. Atualizações: atualize o WordPress, tema e plugins para sua versão mais atual.

Essas são apenas algumas etapas que você pode seguir e já melhorar bastante o seu projeto. Caso queira realmente reduzir ainda mais a velocidade, você pode contratar um profissional especializado.

# Passo 09 – Otimize suas imagens para serem “encontradas” pelo Google

print midias wilker costa

Lembre-se, o rastreador do Google é um robô que não pode ver suas imagens como uma pessoa, no entanto, pode “ver” suas imagens se você tomar o tempo necessário para nomeá-las e descrevê-las corretamente.

Fazer isso não só ajudará o rastreador a entender melhor qual é a sua página / publicação, mas também é útil para tornar o seu site acessível para os deficientes visuais.

Os 3 elementos que suas imagens precisam ter para um SEO otimizado.

  1. Um nome de arquivo descritivo e formatado corretamente. Suas imagens precisam ser salvas com um nome legível e otimizado. Ex: “como-criar-um-blog”.
  2. Um título descritivo
  3. Texto alternativo útil. De acordo com a Wikipédia, o texto alternativo é usado em situações em que a imagem não está disponível para o leitor. Então, quando você estiver escrevendo o seu texto alt, escreva-o de forma que nenhuma informação seja perdida caso o usuário não consiga visualizar a imagem.

# Passo 10 – Reparar links quebrados

print erros de rastreamento

Utilize novamente o Google Search Console para encontrar os links quebrados do seu site. Clique em “rastreamento > erros de rastreamento”, em seguida, clique na aba não encontrado. Feito isso, você conseguirá visualizar os links quebrados do seu projeto.

Um link quebrado é um link que não funciona ou que não aponta para nada. Isso pode acontecer por muitos motivos, mais os mais comuns são:

  • O conteúdo que o link aponta não existe mais. Isso pode acontecer quando o site apontado é encerrado.
  • O conteúdo que o link aponta ainda existe, mas foi movido. Isso acontece quando o site muda o link permanente e não configura um redirecionamento adequado.

Se você tiver links quebrados, a solução é a seguinte:

  1. Tente descobrir por que o link está quebrado.
  2. Exclua ou atualize o link.

# Passo 11 – Instale um plugin de SEO

Você notou que a todo momento eu indico um plugin como solução para as etapas desse checklist?

Faço isso por que até hoje ainda não encontrei uma ferramenta tão prática como o WordPress. Existe plugins para quase tudo que você imaginar, e para SEO não seria diferente. Existe um plugin magnifico chamado SEO BY Yoast.

Recomendo que instale o mesmo e faça uso das dicas passadas no vídeo abaixo para melhorar consideravelmente o SEO do seu site:

Se estiver com dificuldades no manejo do WordPress e suas configurações básicas, recomendo assistir o meu treinamento completo para iniciantes. Dar uma olhada:

Clique aqui e conheça o WordPress Essencial Para Iniciantes

# Passo 12 – Instale um complemento de compartilhamento social

Por mais que o Google afirme que a influência social não seja um fator de ranqueamento. As visitas provenientes das redes sociais podem ajudar no alavancar do seu site.

Portanto, recomendo que você assista ao vídeo abaixo e instale a barra de compartilhamento da SUMO:

Conclusão

Se você seguiu todos os passos listados até aqui, com certeza já estará na frente de todos os iniciantes que ainda não leram esse artigo. 🙂

Portanto, aplique esse checklist e se surgir alguma dúvida, fique a vontade para postar o seu comentário ou me procurar nas redes sociais.

“Wilker, Gostei do seu artigo e gostaria de me aprofundar no assunto. Poderia me indicar algum material?”

Ora, ora, o que temos aqui?

Este artigo foi criado para as pessoas que não querem aprender SEO ou pelo menos se especializar em tal assunto. Vejo que mudou de ideia hein?

Beleza. Caso queira se aprofundar nesse grande oceano que é o SEO, recomendo seguir o the best! Para isso, sugiro ler esse artigo aqui mesmo do blog: >>Clique Aqui<<

Grande abraço e até a próxima!