Como Superar os Seus Concorrentes Mesmo Sendo Um Blogueiro Iniciante

Você está iniciando no mundo dos blogs e com um medo enorme de não conseguir se destacar? Medo da concorrência voraz?

Não se preocupe, você não é o único. Milhões de blogueiros iniciantes como você estão praticamente todos os dias entrando no mercado e tendo o mesmo receio, medo de não conseguir se destacar, medo da concorrência e etc. Eu também passei por isso, acredite!

E se eu disser que existe uma forma de driblar esse medo e conseguir superar a sua concorrência? Uma forma de destruir os concorrentes sem ao menos eles saberem?

É praticamente isso que vou mostrar nesse passo a passo aqui hoje. Leia o artigo até o final e me agradeça nos comentários, combinado? Vamos lá…

Nunca acredite nos números dos outros

Uma das coisas mais valiosas que aprendi com o mestre Alex Vargas, do Formula Negócio Online, é que nunca devemos acreditar nos números dos outros e nem muito menos comparar os nossos resultados com os deles.

Quando começamos a comparar os nossos bastidores com os bastidores de terceiros entramos em uma zona perigosa, a qual chamo de “zona da desmotivação e desistência“.

Devemos, acima de tudo, dar valor aos nossos resultados, valorizar o nosso potencial e entender que podemos ser muito melhores do que a nossa concorrência.

A partir do momento que você olha um artigo qualquer da concorrência e fala para si mesmo: “Eu posso fazer melhor”, você já está muito a frente das pessoas que entraram na zona perigosa mencionada acima.

Se você focar unicamente e exclusivamente nos resultados de terceiros, muito provavelmente você ficará desanimado porque verá que o caminho é longo e trabalhoso.

Mas, se você não focar de inicio apenas no dinheiro e sim nas suas qualidades e vontade de vencer, notará que as coisas fluirão e os resultados serão questão de tempo.

Adotar uma postura vencedora, de querer sempre ajudar o próximo com o melhor de si, fará de você o mais novo empreendedor digital de sucesso da atualidade.

Dito isso, vamos entender o que é concorrência para que assim possamos partir para a parte prática deste artigo.

O que é concorrência?

O conceito de concorrência é muito importante para entendermos a necessidade de sempre oferecermos o nosso melhor.

Não vou trazer um conceito técnico ou algo do tipo, muito pelo contrário, veja:

“Concorrência é a disputa entre dois ou mais produtores de bens ou serviços com o objetivo de ter a liderança no mercado. Quando vemos dois produtos disputando por clientes de um mesmo nicho, temos concorrência. É ela quem define o preço e a qualidade de produtos, bem como quem permanecerá vivo no mercado ou morrerá”.

Quando temos concorrência, cada produtor tem que fazer o seu melhor para ganhar os clientes, caso contrário perde vendas, credibilidade e espaço no mercado.

Aquele que ganha “mais” é o que se preocupa em sempre oferecer o melhor para seus clientes. Simples Assim!

O que isso tem a ver com este artigo?

Conhecer o significado de concorrência nos remete a algo importante, a questão de saber quem são os nossos concorrentes e analisar o que eles têm feito até agora.

concorrentes

Uma desvantagem para o blogueiro iniciante é justamente começar depois que os outros já estão ali, com seus blogs, conteúdos e seguidores.

Porém, existe uma vantagem muito poderosa para o blogueiro iniciante, que é justamente possuir em mãos um arsenal de informações que podem ser usadas ao seu favor.

Podemos descobrir parte do que o nosso concorrente oferece, e oferecer algo melhor ainda.

Podemos descobrir parte do que o nosso concorrente faz, e fazer muito melhor.

Mesmo sem saber exatamente tudo, podemos entrar no jogo para ganhar e ser sempre o melhor.

Entenda a ideia principal

A ideia principal é muito simples. Imagine que você procure pela palavra chave “ganhar dinheiro” e encontra na primeira posição o Site A.

Esse site recebe milhares de visitas para a palavra “ganhar dinheiro” e já está muito bem posicionado.

simulação visitas blog

Agora imagine que você busca pela palavra chave “ganhar dinheiro em casa trabalhando pela internet“, Marcos busca pela palavra “ganhar dinheiro em casa“, Pedro busca por “ganhar dinheiro trabalhando pela internet” e João busca por “trabalhando pela internet“.

O Site B possui um artigo tão bem estruturado que está bem posicionado para todas essas palavras e mais outras dezenas de combinações.

simulação visitas blog 2

Embora não sejam muito procuradas, essas keywords recebem centenas de visitas vindas de vários lugares.

Quero que você entenda que uma palavra simples, como “ganhar dinheiro” pode se transformar em 40 ou 50 novas palavras chave que podem ser usadas em um único artigo para receber centenas de poucas visitas.

Você não precisa posicionar uma keyword bem, basta saber organizá-la de maneira que o Google leve o máximo de visitas.

O que preciso para começar?

Para começar você precisa de algumas ferramentas de análise. Algumas delas eu já listei na minha página de ferramentas aqui no blog.

Veja:

Selecionando os concorrentes

Muita coisa que irei falar aqui você já deve ter visto em outros artigos meus, como, por exemplo, na técnica do arranha-céu.

Porém, é muito importante que continue a leitura, pois o que irei apresentar aqui é algo totalmente novo.

A primeira coisa que fazemos ao entrar em um mercado novo é descobrir quais são, onde estão posicionados e como estão atuando nossos principais concorrentes.

Fazendo isso descobriremos quais são as palavras chave deles e como poderemos utilizar isso a nosso favor.

O principal objetivo aqui é encontrar um caminho inicial!

Nesse primeiro momento não tem muito segredo. Você precisa saber quais são os sites que lhe darão um rumo inicial.

Para isso, vamos utilizar como exemplo um nicho bem bacana, relacionado a computação, que é programação de computadores.

Vou mostrar uma análise baseada nesse nicho e lhe pedir que faça o mesmo, mas, fique a vontade para pesquisar qualquer nicho.

Vamos lá…

  1. Visite o site da SEMRush;
  2. No campo de busca mude o idioma para BR Brasil;
  3. No campo de busca informe a palavra-chave “programação de computadores” e clique em “iniciar agora”.

busca semrush

Note que ao clicar em iniciar agora ele apresentará um formulário para você realizar o seu cadastro gratuitamente para ganhar até 10 solicitações gratuitas. Recomendo que o faça, pois infelizmente esta ferramenta não é gratuita.

Após o cadastro você deve realizar o login e prosseguir com o tutorial.

Note que será apresentada uma visão geral dessa palavra, pesquisa orgânica, tendências, distribuição de CPC e etc.

Porém, a informação mais importante para nós nesse momento fica bem na parte de baixo desta página, na seção: “resultados da pesquisa orgânica“, lá consta uma lista com os 10-20 primeiros resultados para a palavra-chave pesquisada:

resultados semrush

Para nós, o mais importante é analisar o endereço real que recebe as visitas, pois ele contém as palavras-chave que queremos.

Isso vai ajudar a responder os questionamentos:

  • Quais são os primeiros artigos que devemos escrever?
  • Sobre quais assuntos e de que maneira? 

A forma mais eficiente de fazer isso é tomando como base o que nossos concorrentes já fizeram e que deu certo para eles.

Para chegar aos dados de cada concorrente, clique sobre o link que está na URL e abra em uma nova guia no seu navegador, por fim, espere o carregamento da ferramenta.

Note que eu cliquei na URL “https://devsamurai.com.br/sobre/” e fui levado para uma nova pesquisa da SEMRush com os detalhes dessa página ou site.

Nesse momento, precisamos analisar se o site é relevante o suficiente para que possamos nos basear nele.

Algumas páginas bem posicionadas podem não ter tanta relevância quanto imaginamos, pois estão lá simplesmente por causa de um bom linkbuilding. Esse tipo de URL não é sustentável nem fornece informação suficiente para nós.

Para encontrar esse tipo de página basta olhar quantas keywords são apresentadas na SEMRush. Se a quantidade de palavras-chave for maior do que 100, significa que o Google leva as pessoas através de uma variedade grande de palavras.

Esse é um indicador de que a página é bem estruturada. Caso contrário a página é apenas relevante externamente (por causa dos links que recebeu).

A imagem abaixo representa uma ampliação do link que cliquei anteriormente. Note que essa URL está posicionada para 205 palavras, portanto ela é relevante para nós.

tráfego orgânico google

O nosso objetivo é encontrar os sites mais relevantes para retirarmos boas ideias de palavras-chave, por isso faça o seguinte:

  1. Abra as 10 primeiras URLs em uma nova aba;
  2. Veja se possuem mais ou menos 100 palavras em cada;
  3. Se tiver mais de 100, anote em um bloco de notas a URL que você analisou;
  4. Descarte as URLs que tiverem menos de 100 palavras.

Ao final você terá uma lista como essa:

lista de urls poderosas

É importante que saiba que todas aquelas URLs são relevantes para “programação de computadores”, mas essas 6 possuem palavras-chave suficientes para que possamos analisar e encontrar a mais interessante para trabalharmos.

Encontrando a palavra-chave perfeita

Agora que você já tem a lista dos melhores concorrentes, chegou a hora de encontrar a melhor palavra-chave de cada um deles.

Para isso, siga os passos:

  1. Entre no site da Ubersuggest;
  2. Abra o bloco de notas onde você anotou as URLs, copie a primeira e cole no campo de pesquisa da ferramenta Ubersuggest e clique em “Buscar”;

A ferramenta apresentará uma tela com algumas informações muito úteis, mas que não são importantes para nós nesse momento.

tela visão geral ubersuggest

O que mais nos interessa é saber qual é a melhor palavra-chave dessa URL. Para encontrar a mesma você deve clicar no item “Palavras-chave” localizado na sidebar esquerda, abaixo de “páginas Principais”:

melhor palavra-chave

Veja na imagem acima que a melhor palavra-chave para a URL em questão é “programando“.

Nesse caso já temos a nossa primeira melhor palavra-chave.

Abra o seu bloco de notas novamente e, abaixo de cada URL que você anotou, anote também as melhores palavras-chave de cada URL.

Veja como ficou o meu:

urls com palavras-chave

Encontrando sugestões de palavras

Nessa altura do campeonato já temos nossos 6 principais concorrentes e as 6 respectivas melhores palavras-chave de cada um, mas ainda não temos nada de concreto que nos faça se destacar e ganhar mais visitas.

Portanto, chegou a hora de encontrarmos variações que possamos utilizar com essas palavras em nossos artigos.

São essas variações que farão o Google montar seu quebra cabeças e enviar mais pessoas para nosso site.

Uma das melhores ferramentas para encontrar sugestões é o Keyword Tool. Essa ferramenta te apresenta mais de 700 sugestões gratuitamente.

Vamos lá!

Pegue seu bloco de notas, copie a primeira palavra-chave que você anotou e cole no campo “digite uma palavra-chave e pressione enter” do Keyword Tool, em seguida clique na lupa de pesquisar ou tecle enter.

sugestões de palavras-chave

Note que a ferramenta possui outros campos “desfocados”, são informações que só poderão ser mostradas com a adesão a um plano pago da ferramenta.

Nesse momento somente o campo Keywords é o suficiente para nós.

Veja que são geradas dezenas de palavras relacionadas a “programando“.

O próximo passo é você clicar no balão inferior direito “copy/export all” e salvar sua busca em uma planilha do Excel.

campo exportar

Posteriormente repita o processo com todas as outras palavras-chave contidas no bloco de notas.

Ao final você terá uma lista completa com dezenas de sugestões.

Essa lista servirá de base para você montar um artigo que seja relevante para várias palavras, não apenas para uma.

Montando um mapa mental

Até aqui você selecionou seus concorrentes, levantou a melhor palavra-chave de cada um deles e uma boa lista de sugestões de palavras-chave.

Agora chegou a hora de criar um mapa mental que servirá de base para montar seus artigos.

Cada mapa representará um único artigo. Nesse exemplo, vou criar apenas um mapa, mas a ideia é criar um para cada palavra anotada no bloco de notas.

Para começar, visite o site do Mindmeister, faça o login e crie um novo mapa clicando em “Novo Mapa”, “Em Branco”.

tela inicial mindmeister

Como assunto principal, escreva a palavra-chave principal da primeira URL levantada no bloco de notas. No nosso exemplo, a primeira palavra é: “programando“, ficaria basicamente assim:

mapa mental

Agora vem o ponto chave e o clímax desse artigo.

Abra a planilha de sugestões e analise cada uma das palavras pensando da seguinte maneira: quais combinações de palavras fariam sentido para formar a busca do leitor?

Com esse pensamento em mente, passe pelas palavras da planilha buscando por combinações que se encaixem nessa keyword principal.

levantamento de palavras-chave

A imagem acima é o resultado do levantamento que fiz para a palavra “Programando“.

Perceba que tudo está relacionado de alguma maneira. Existe uma busca por “programando no Excel”, “programando no aplicativo”, “programando online”, “programando no bloco de notas”, “programando jogos” e etc.

Todas essas palavras estão na planilha de sugestões. O que eu fiz foi selecionar aquelas que têm a ver com a palavra-chave principal e são relevantes.

Note que eu não repeti a palavra “programando” várias vezes, pois ela já faz parte do contexto principal.

Esses assuntos secundários devem aparecer em vários locais do artigo para que o Google dê relevância ao texto.

Como muitas pessoas procuram por essas palavras, o Google entende que todas estão relacionadas ao assunto principal.

Sempre que alguém procurar por uma combinação que envolva duas ou três palavras você provavelmente estará bem posicionado.

Vamos entender agora como formatar os nossos artigos de modo que essas palavras sejam utilizadas com sucesso.

Criando os Artigos

Agora que já falamos da estrutura da ideia, precisamos colocar isso em forma de artigo. Mas antes de fazer isso é extremamente importante entender que o Google busca por combinações.

Quanto mais você combina as palavras dentro do seu artigo, maiores são as chances de ganhar visitas.

Nesse caso, montei um esboço para representar a distribuição dessas palavras dentro do artigo.

Veja:

esboço artigo
ESCREVA NO MÍNIMO 1.000 PALAVRAS POR ARTIGO.

A ideia da imagem acima é mostrar que todas essas palavras são relevantes e formam um texto completo.

A essência de tudo é a combinação que o Google fará com cada uma delas e como elas estão dispostas  para formar outras frases.

Você deve ter percebido que as palavras estão próximas umas das outras. Para que você consiga isso de maneira efetiva e suave seu artigo deve conter uma quantidade razoável de palavras.

Por isso sempre recomendo o mínimo de 1.000 palavras por artigo. Assim o Google fará uma boa combinação e provavelmente ranqueará melhor o seu conteúdo.

Conclusão

Ao final desse tutorial você terá um levantamento completo que poderá utilizar para criar vários artigos.

Mas isso não vale nada se você não pegar a essência da coisa. O Google está apenas interessado em relevância e ponto.

Sites fracos que ganham links e ficam bem posicionados apenas por isso, vão cair. As novas atualizações do Google estão ai e você deve sempre ter cautela com isso.

Crie um conteúdo de qualidade, analise sua concorrência e sempre faça o seu melhor. As visitas, conversões e dinheiro serão só questão de tempo.

Por fim, espero que tenha gostado desse material. Qualquer dúvida fique a vontade para postar o seu comentário mais abaixo.

Grande abraço e até a próxima!