Glossário de Marketing Digital: 73 Termos que Você Precisa Conhecer Agora Mesmo!

Native Ads? Palavras-chave? Funil de vendas? Quem trabalha com marketing digital possivelmente se depara diariamente com esses jargões.

Assim como a tecnologia moderna, o marketing digital evolui constantemente, e se manter atualizado é tarefa primordial para o sucesso neste mercado.

Conhecer a nossa “linguagem” é algo muito importante para você que busca se aperfeiçoar neste mercado.

Para te ajudar nesta empreitada, resolvi criar um glossário completo com os termos mais conhecidos (e desconhecidos também) do mercado digital.

glossário de marketing digital

Propaganda

# 01 – Adsense

O Adsense é uma forma muito popular de gerar renda online. Criado pelo Google, este programa de afiliado rentabiliza projetos online  a partir da inserção de banners de terceiros em lugares específicos do site.

Você pode, por exemplo, se inscrever gratuitamente no programa, pegar os códigos dos banners, inserir no seu site e começar a rentabilizar o mesmo a partir dos cliques gerados nestes anúncios.

> Clique Aqui Para Saber Mais <<

Assista o vídeo abaixo para entender melhor:

# 02 – Anunciante

O termo anunciante surge da palavra publicidade. Um anunciante é uma pessoa ou organização que coloca um anúncio em um meio de publicidade para alcançar o público-alvo.

Um exemplo são as pessoas que fazem uso do Facebook Ads para poder trazer tráfego para seus projetos online.

Assista o vídeo abaixo para entender melhor:

# 03 – Anúncio em banner

Um banner, outra forma de mídia paga, é uma exibição gráfica retangular que é encontrada na parte superior ou inferior do site, ou na barra lateral esquerda ou direita. Estes são provavelmente o tipo de publicidade mais utilizado.

Você poderá encontrar muitos banners de 468×60 padrão em qualquer lugar que você vá. Sua principal função é, ao clicar no anúncio, você será levado diretamente para o site da marca ou produto. Os banners são todos baseados em imagem.

Assista o vídeo abaixo para entender melhor:

# 04 – Artigo patrocinado

Uma postagem patrocinada, também conhecida como postagem promovida ou postagem paga, é uma postagem paga por um anunciante para ser postada em um site. A ideia surge a partir do momento em que empresas e marcas patrocinam eventos públicos, como angariação de fundos, programas de caridade, concursos locais e internacionais e etc.

Uma postagem patrocinada é considerada um tipo de native ads, na qual aparece na mesma área que uma postagem comum.

# 05 – Editor

Um editor é uma pessoa que publica conteúdo escrito (blogs). Basicamente é a pessoa responsável pelos conteúdos que você ler diariamente em sites e blogs.

# 06 – Native Ad

Um native Ad é um conteúdo patrocinado que é natural ou in-feed e não disruptivo. Isso inclui o Facebook (postagens patrocinadas), o Twitter (promover tweets) e etc. Esse tipo de mídia se encaixa naturalmente no feed de notícias destas redes sociais.

Alguns tipos de native ads:

  • Recomendação de conteúdo: esse anúncio é normalmente visto no final dos artigos ou em pontos estratégicos do blog;
  • Listagens promovidas: normalmente vistas em sites comerciais como eBay, Amazon e etc, onde um produto “patrocinado” está no topo das listas de opções;

# 07 – Remarketing

O remarketing é uma técnica que consiste em trazer de volta os visitantes que já visitaram um determinado site e que não fizeram nada.

Com o remarketing, você pode posicionar anúncios segmentados para um destino específico: aqueles que acessaram o seu site.

É uma das formas de publicidade com melhor custo-benefício que oferece a você a chance de se reconectar com as pessoas que já visitaram sua oferta.

# 08 – Solo Ads

O Solo Ads, em termos simples, refere-se ao empréstimo de uma lista de assinantes de e-mail de um fornecedor com o objetivo de anunciar um produto para eles.

Basicamente o anunciante busca um site que contenha um grande número de assinantes em sua base de dados, e tenta consolidar um envio de e-mail para essa base no intuito de aumentar o número de clientes.

Afiliado

# 09 – Afiliado

No marketing digital, um afiliado e um indivíduo ou empresa que divulga outra marca, negócio, serviço e/ou produto em troca de uma comissão.

>> Saiba Mais Aqui <<

# 10 – Cookie

Na internet, um cookie é um pequeno dado que os sites armazenam em seu computador ou smartphone para que eles possam reconhecê-lo quando você visitar o site novamente.

No marketing de afiliados, um cookie de afiliado é o mesmo que o cookie da internet, mas em vez de preencher automaticamente seus dados de login, ele transfere dados sobre sua conta de afiliado para um site.

Isso é para que os afiliados recebam crédito pela venda quando indicarem um cliente para esse site.

No entanto, um cookie de afiliado possui uma duração, o que significa que há um tempo limitado que seus indicados devem usar. Caso contrário

A maioria das durações dos cookies de afiliados dura entre 30 e 90 dias.

# 11 – Conversão

Realizar uma ação que a empresa deseja que o usuário realize. Como, por exemplo, preencher um formulário, realizar uma compra, enviar um e-mail e etc.

# 12 – Comissão

Uma comissão é uma renumeração ou pagamento previamente acordado que é dado a uma pessoa depois que uma quantia ou meta específica foi alcançada.

Em termos de marketing de afiliados, uma comissão é dada a um afiliado (pode ser um único individuo ou empresa) que promove um serviço ou produto de terceiros.

Exemplos de uma comissão:

  • Grande comissão: comissão de 50%, R$ 250,00 por venda para um produto que custa R$ 500,00.
  • Comissão recorrente: R$ 28,00 por mês. Isso significa que se alguém se inscrever pelo seu link você terá todos os meses o valor de R$ 28,00 em sua conta de afiliado. Isso se manterá até o cliente permanecer utilizando o serviço ou produto que você está divulgando.
  • Recompensas por resultados: viagem a Portugal. Alcance 400 vendas e faça uma viagem com todas as despesas pagas para Portugal.

# 13 – ID de afiliado

Um ID de afiliado é uma cadeia de identificação exclusiva (alfanumérica) associada a um afiliado.

Também conhecido como ID de referência, o ID de afiliado tem como objetivo acompanhar vendas, cliques e visitantes e reembolsos.

Em um link, você poderá identificar o ID do afiliado com base nos parâmetros da URL. Veja um exemplo:

  • https://go.hotmart.com/A1674668w

Esse ID é muito importante para o rastreamento das vendas e consequentemente identificação do afiliado.

# 14 – Marketing de afiliados

Marketing de afiliados é o nome dado ao relacionamento entre um afiliado e marca, negócio, serviço e/ou produto.

O marketing de afiliados envolve o vendedor compartilhando uma porcentagem do valor da venda gerada pelo afiliado.

Como um canal popular de vendas, empresas como Hotmart, Monetizze, Eduzz e etc, são exemplos de empresas que dependem do marketing de afiliados para aumentar o volume de vendas.

Analitycs 

# 15 – Source / Medium

Source é a origem do seu tráfego (Google, Yahoo, Bing, etc).

Medium é a classe geral da origem (pesquisa orgânica, pesquisa paga, etc).

Source / Medium combina as dimensões de origem e mídia.

# 16 – Taxa de rejeição

A taxa de rejeição é um indicador de desempenho (KPI) que se refere à porcentagem de visitas de uma única página, como visitas em que a pessoa saiu do site na página de entrada.

Trocando em miúdos, a taxa de rejeição é calculada a partir do número total de visitas de uma única página dividido pelo total de entradas na página.

# 17 – UTM

O módulo de acompanhamento do Urchin (UTM, abreviado) é uma maneira fácil de rastrear e ver como o tráfego está chegando ao seu site.

Os códigos UTM são de grande importância porque ajudam a mostrar várias informações específicas de links individuais, como o número de cliques e tráfego que um site recebe e o tráfego obtido das mídias sociais.

O Negócio

# 18 – Bootstrap (Negócios)

Nos negócios, bootstrapping se refere a iniciar ou administrar um negócio com pouco ou nenhum dinheiro.

Isso significa simplesmente criar um negócio sem envolver empresas de capital de risco, bancos ou até mesmo investimentos de terceiros.

# 19 – Produto mínimo Viável (MVP)

Minimum Viable Product (MVP) envolve o desenvolvimento de uma técnica que é usada para introduzir um novo produto com características básicas no mercado com o objetivo de obter feedbacks dos primeiros usuários para aumentar a satisfação do cliente.

Codificação / Programação 

# 20 – Angular

Angular ou AngularJS é um framework de Javascript estrutural com o objetivo principal de simplificação. Ajuda os desenvolvedores na criação de aplicativos.

# 21 – API

A Application Programming Interface, ou API abreviada, envolve um conjunto particular de regras, protocolos e ferramentas que são usados na configuração do software do aplicativo.

# 22 – Bootstrap (CSS)

O Bootstrap é um framework web de front-end de código aberto que é usado na criação de aplicativos e sites.

# 23 – CSS

Cascading Style Sheets (folhas de estilo em cascata) é uma linguagem que descreve o layout de documentos HTML, como páginas da web, cores, fontes, margens, linhas, imagens de fundo, posições e etc.

# 24 – HTML

Hypertext Markup Language, ou HTML, é a língua materna da World Wide Web. É a linguagem para definir a estrutura de uma página web.

# 25 – Javascript

Javascript é uma linguagem de programação que permite implementar coisas complexas nas páginas web, como atualizações em tempo real, mapas e gráficos interativos, objetos em movimento e etc.

# 26 – PHP

O PHP, ou Hypertext Preprocessor, é uma linguagem de script do lado servidor que aprimora websites estáticos ou dinâmicos e / ou aplicativos web.

# 27 – Python

Python é uma linguagem de programação de alto nível e uso geral que pode ser operada em qualquer sistema operacional moderno.

# 28 – SQL

É uma linguagem de programação usada para supervisionar bancos de dados relacionais e conduzir várias operações nos dados contidos nelas.

Conteúdo

ganhar-dinheiro-na-internet

# 29 – Infográfico

Infográfico é uma forma de marketing de conteúdo que faz uso de apresentações visuais com designs divertidos e coloridos para exibir o conteúdo.

Assim como as tabelas simplificam os dados difíceis, os infográficos simplificam as mensagens complexas e ajudam a capturar e manter a atenção dos visitantes do site.

>> Veja Um Exemplo Aqui <<

# 30 – AIDA

É um acrônimo para Atenção, Interesse, Desejo e Ação. A AIDA é um modelo baseado no comportamento humano e é amplamente utilizada para aumento das conversões.

Falo sobre esta técnica no meu livro sobre Headlines persuasivas.

# 31 – E-book

Traduzindo literalmente, é livro eletrônico. No contexto do marketing, é um material educativo sobre determinado assunto. São mais densos e costumam abordar de forma mais profunda determinados assuntos.

CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo)

# 32 – CRM

Customer Relationship Management (CRM) é a capacidade de um produto ou empresa em manter seus clientes durante um determinado período de tempo.

Ele procurar garantir que o cliente de um determinado produto ou negócio continue a utilizar este produto por um longo período.

O CRM é um relacionamento que começa desde o inicio em que o cliente entra em contato com a empresa e continua por todo este relacionamento.

# 33 – Shopify

O Shopify é uma solução de e-commerce ideal que permite criar uma loja online para comercializar seus produtos.

Ele permite que você organize seus produtos, personalize sua vitrine, receba pagamentos com cartão de crédito e rastreie e responda pedidos.

# 34 – WordPress

WordPress é um sistema de gerenciamento de conteúdo de código-fonte aberto e escrito em PHP.

É indiscutivelmente o CMS mais fácil e mais poderoso que já existiu na até hoje.

CRO (Otimização de Conversão)

# 35 – Acima da dobra

Acima da dobra é um termo usado para descrever o conteúdo que é imediatamente visível ao abrir um site ou aplicativo.

A “dobra” é considerada como uma linha invisível desenhada horizontalmente através da tela na parte inferior do conteúdo visível imediato.

# 36 – Abaixo da dobra

Abaixo da dobra é um termo usado para descrever o conteúdo que não é imediatamente visível ao abrir um site ou aplicativo.

# 37 – CTA (Call-to-action)

Um CTA, ou Call-to-action, é um elemento de interface que motiva um usuário a realizar uma ação que você está instruindo.

Esse elemento é vital para a otimização da taxa de conversão (CRO).

Um exemplo de CTA se encontra no botão abaixo:

Clique Aqui Para Conhecer o Nosso Curso Gratuito de Marketing Digital

# 38 – Taxa de conversão

A taxa de conversão é o número de usuários que executam uma ação desejada, seja preenchendo um formulário, comprando um produto ou qualquer meta da página web.

Em essência, quanto maior a taxa de conversão, maior o sucesso do site.

# 39 – CTR (ClickThrough Rate)

A taxa de cliques, ou Click Through Rate (CTR), é uma métrica que calcula o número de anunciantes que clicam em seus anúncios por número de impressões, expresso em porcentagem.

A fórmula para obter o CTR: total de cliques em anúncios / total  de impressões x 100

Obter um CTR alto é essencial para o sucesso de seu PPC (pagamento por clique), pois afeta diretamente seu índice de qualidade.

# 40- Teste A / B

O teste A / B (teste de intervalo) é um ato de contrastar duas versões de uma página web ou aplicativo para decidir qual delas é melhor em termos de desempenho.

É essencialmente um teste em que duas ou mais variações de uma página são exibidas aleatoriamente para os usuários, e a análise estatística é usada para decidir qual das versões tem melhor desempenho em uma determinada meta de conversão.

E-mail Marketing

# 41 – E-mail

E-mail é um dos métodos mais antigos de troca de informações online.

E-mail marketing é uma das mais antigas metodologias de marketing online que estão sendo fortemente praticadas pelos profissionais de marketing da atualidade.

# 42 – ESP

Um provedor de serviços de e-mail marketing, ou ESP, não significa nada para usuários casuais de e-mail.

No entanto, para especialistas em marketing por e-mail, refere-se à espinha dorsal de toda sua estratégia de comunicação.

Um ESP ajuda você a enviar mensagens de marketing por e-mail fornecendo uma plataforma  ou ferramenta.

No link abaixo eu apresento várias ferramentas de e-mail marketing que possuem ótimas qualidades:

>> Clique Aqui Para Conhecer as Melhores Ferramentas do Mercado <<

# 43 – Taxa de abertura

A taxa de abertura é uma porcentagem de quantas pessoas abriram e examinaram o seu e-mail.

Por exemplo, se você enviou um e-mail para 1.000 pessoas e 500 delas abriram, sua taxa de abertura seria de 50%.

Se você enviou um e-mail para 300 pessoas e 3 delas abriram, sua taxa de abertura seria de 1%.

A taxa de abertura mede a importância e o contexto de um e-mail, obtendo o número total de cliques únicos, dividindo-o pelo número total de aberturas exclusivas e multiplicando por 100.

# 44 – SMTP

O Simple Mail Transfer Protocol, ou SMTP, é o protocolo básico para serviços de e-mail em uma rede TCP/IP.

O SMTP fornece a capacidade de transmitir e entregar mensagens de e-mail.

# 45 – DKIM

DomainsKeys Identified Mail, ou DKIM, é um processo de autenticação de e-mail que ajuda a proteger os remetentes e destinatários de e-mails contra e-mails perigosos e mal intencionados, como e-mails falsos e de phishing.

# 46 – Formulário de captura

Um formulário de captura é um campo de captura de contato que permite ao proprietário do site armazenar assinantes em listas de contato.

O usuário informa seu e-mail em troca de alguma oferta, isca ou recompensa digital.

# 47 – Lead

Pessoa que deixou seus dados em um formulário de captura.

# 48 – SPF

O Sender Policy Framework ou SPF, é um sistema de autenticação de correio que permite aos servidores de correio confirmar se os e-mails recebidos são enviados de domínios autorizados.

O SPF é uma iniciativa que protege os destinatários de e-mail contra falsificação de e-mail.

>> Veja Como Autenticar Seu Remetente no E-goi <<

Funil de vendas

# 49 – Landing Page

Uma landing page é a primeira página que uma pessoa vê quando acessa seu website.

No entanto, em termos de publicidade e marketing, uma página de destino (landing page) é referida como uma única página web, bem diferente da página inicial do site, projetada para executar uma função específica.

Uma landing page é bem diferente da homepage de um site. Isso implica que uma landing page não deve ser anexada ao site principal pela navegação global.

# 50- Funil de vendas

Um funil de vendas também conhecido como funil de receita ou processo de vendas. É um termo que envolve o processo de compra pelo qual os clientes são conduzidos durante a compra de produtos.

Neste artigo você entenderá melhor este conceito.

# 51 – Growth Hacking

Um Growth Hacking pode ser classificado como um mix entre desenvolvimento web e um especialista em marketing digital que combina análise, criatividade, técnicas de marketing, melhoria de produto, curiosidade e métricas sociais.

Tudo isso com o objetivo de aumentar as vendas, aumentar o número de usuários que frequentam uma start-up e também construir uma presença sustentável no mercado.

Internet

# 52 – Hiperlink

Um hiperlink, comumente conhecido como “link”, é um objeto HTML que permite saltar para um local diferente quando é clicado ou tocado.

Os links podem ser encontrados em praticamente todas as páginas web e fornecem um meio eficaz de navegar entre diferentes páginas.

# 53 – URL

Uniform Resource Locator, anteriormente conhecido como Universal Resource Locator, ou apenas URL, em suma, é o endereço exclusivo de qualquer arquivo disponível na internet.

SEM (Search Engine Marketing)

# 54 – Adwords

O programa de publicidade online do Google é conhecido como Google Adwords. Com o auxílio do Google Adwords, os anúncios online podem ser criados para alcançar pessoas interessadas nos serviços ou produtos que você oferece.

O Google Adwords é um produto útil que auxilia na promoção do seu negócio, na conscientização dos produtos e serviços oferecidos e, consequentemente, no aumento do tráfego do seu website.

# 55 – Bing

O Bing é um mecanismo de pesquisa criado pela Microsoft, que é a versão aprimorada do Live Search, do Windows Live Search e do MSN Search.

Atualmente é o segundo maior dos EUA, ficando em segundo apenas para o Google.

# 56 – PPC (pagamento por clique)

PPC, um acrônimo para Pay Per Click, é uma estratégia de marketing online que permite que o proprietário de uma empresa anuncie seus negócios na internet. Você pagará os anúncios quando os usuários clicarem nele.

# 57 – CPM (Custo por mil)

Custo por mil é uma métrica utilizada para calcular o custo de atingir 1.000 pessoas usando um ponto de venda específico.

É um modelo de custeio comum para os vários meios de publicidade, incluindo a mídia impressa, a televisão e também a internet.

# 58 – CPC (custo por clique)

O Cost Per Click, ou amplamente conhecido como CPC, é o preço que um anunciante para por um anúncio Pay-Per-Click.

Depois de definir lances para anúncios e, finalmente, ganhar um lugar no resultado da pesquisa, você precisará pagar por cada clique em seu website.

SEO 

fazer pesquisa de palavras-chave no youtube

# 59 – Otimização de mecanismos de pesquisa (SEO)

Search Engine Optimization (SEO) é uma maneira orgânica de tornar um site visível, ao contrário do marketing pago.

O SEO ajuda a melhorar o tráfego de um site garantindo que ele apareça no topo dos resultados de pesquisa dos mecanismos de pesquisa quando palavras-chave relacionadas são usadas.

Resumindo, SEO é uma forma de conseguir tráfego gratuito para seu site.

>> Veja Este Infográfico e Entenda Melhor <<

# 60 – Meta Descrição

Uma tag de meta descrição é um código HTML que fica localizado no cabeçalho de uma página web.

A meta descrição é sempre colocada ao lado da tag de título.

# 61 – Tag do Título

Uma tag de título é um elemento HTML que define o texto na linha superior do navegador, que descreve resumidamente o tópico de um documento online.

Um título pode ser encontrado em três lugares principais:

  • Navegadores de internet: tags de título serão mostradas na barra superior dos navegadores;
  • Páginas de resultados do mecanismo de pesquisa;
  • Redes sociais.

# 62 – H1

Uma tag H1, tag de cabeçalho (<H1>) ou “cabeçalho 1” normalmente é o cabeçalho principal de uma página ou outro texto enfatizado. Essa tag é normalmente o maior texto do site.

# 63 – Otimização on-page

A otimização On-page refere-se à pratica de aprimorar as páginas web para que elas possam classificar melhor e obter um tráfego mais relevante nos mecanismos de pesquisa.

Ela se refere ao conteúdo e ao código-fonte HTML de uma página que pode ser otimizada, em vez do SEO Off-page, que se refere aos links.

# 64 – Otimização Off-page

SEO Off-page refere-se a métodos que são usados para melhorar ou otimizar a classificação de um site na SERP, ou página de resultados do mecanismo de pesquisa.

# 65 – Guest Post

Guest post, é um termo usado quando marcas, ou apenas um único escritor escreve e publica um artigo no site ou blog de outra pessoa.

O Guest Post ajuda a criar “reconhecimento” da marca com um público diferente e direciona mais tráfego para seu site.

# 66 – Backlink

Um backlink é um link colocado em outro site que redireciona ou aponta para o seu site ou página.

Os backlinks fazem parte das técnicas de SEO que os proprietários de sites utilizam para impulsionar seus sites.

Veja no link abaixo como conseguir backlinks de alta qualidade:

>> Clique Aqui Agora Mesmo <<

# 67 – DA (autoridade de domínio)

Autoridade de domínio (DA) é o termo utilizado para julgar a força de determinado site perante os motores de busca.

Geralmente é feito combinando muitas métricas de link de um site. Quanto maior a classificação de um site, melhor sua autoridade de domínio.

# 68 – PA (autoridade da página)

A autoridade da página refere-se à pontuação que é desenvolvida pela Moz em um esforço para prever o sucesso de uma determinada página.

Assim como a autoridade de domínio, a autoridade de página também classifica de 1 a 100.

# 69 – Palavra-chave (Keyword)

Palavras-chave podem ser definidas como palavras de otimização para mecanismos de pesquisa (SEO) que os usuários digitam ao pesquisar nos mecanismos de busca.

É basicamente aquela palavra que você utiliza quando quer encontrar algo no Google. Por exemplo, “O que é um site de nicho?

As palavras-chave são a espinha dorsal de todos os sites. Essas palavras informam aos visitantes sobre o que é o site.

No guia abaixo você encontra várias dicas ninjas para encontrar palavras-chave eficientes para o seu negócio:

>> Acessar Guia Completo Agora <<

# 70- Longtail

Uma longtail em SEO é uma frase de pesquisa de nicho específica, normalmente com mais de duas palavras de comprimento, que fornece uma baixa concorrência, baixo volume de pesquisa e alta intenção do pesquisador.

São palavras-chave mais longas e mais especificas que os usuários provavelmente digitarão na barra de pesquisa.

Como exemplo, digamos que você esteja buscando um curso completo de marketing para afiliados, correto?

Você vai ao Google para buscar o melhor curso do mercado e digita o seguinte texto: “Qual o melhor curso de afiliados da atualidade?

Você se depara mais ou menos com isso (não reparem no meu site, haha):

glossário de marketing digital

Esse é um exemplo perfeito de pesquisa realizada baseando-se em uma palavra-chave longtail.

# 71 – Google Hummingbird

Algoritmo do Google lançado em 2013. Rápido e preciso, ele vai além da palavra-chave, interpretando sinônimos, contexto e outros fatores como localização e buscas anteriores.

# 72 – Google Panda

Algoritmo criado pelo Google para analisar a qualidade dos conteúdos de um determinado site e inibir o crescimento no rank de conteúdos de péssima qualidade.

# 73 – Google Penguin

Algoritmo criado pelo Google para analisar principalmente a qualidade dos links de um site. Este algoritmo surgiu para inibir sites com backlinks de péssima qualidade e principalmente para combater a troca de links desenfreada.

Conclusão…

Ufa!

Que artigo hein?

Conseguiu entender um pouco? Quando iniciei pensei que não fosse conseguir entender todos estes termos. Mas a verdade é que com o passar do tempo e com nossa imersão neste fantástico mundo, estes termos vão sendo entendidos naturalmente.

Agora é com você! Você conhece algum termo que não está sendo listado aqui? Compartilha comigo para que eu possa atualizar este glossário e manter toda a comunidade atualizada. Beleza?

E ah! Aproveita os comentários para subir no nosso ranking de jedis. Hehehe!

Ao comentar, você ganha pontos e troféus em nosso ranking de usuários engajados. Atualmente temos 04 níveis de engajamento (user beginner, user level up, user champion, user ninja).

Quanto mais você comentar e participar do blog, maior será o seu nível de engajamento conosco. Futuramente iremos recompensar os usuários mais engajados conosco.

Grande abraço e até a próxima!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (14 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...