Marketing Digital: O que é e Como Usá-lo no Seu Negócio Online?

Basicamente podemos dizer que marketing digital é toda ação que uma pessoa, ou empresa, faça na internet a fim de promover uma marca, produto ou serviço.

É um conceito muito amplo, e é por isso que as pessoas ficam meio perdidas quando se tratam dessas ações online.

O que é mais importante, contudo, é que atualmente toda propaganda de empresas, pequenos negócios, personalidades públicas, precisa ser feita na internet.

Isso porque é o local onde o público de qualquer nicho de mercado fica uma grande parte do dia.

Com a chegada dos smartphones, o marketing digital tornou-se praticamente como a única maneira efetiva para promover negócios e personalidades, já que a mídia normal é extremamente cara (TV, rádio, revistas, jornais).

o que é marketing digital

Para quem está começando um negócio e tem pouco dinheiro para investir, poder contar com as facilidades de se promover gratuitamente nas redes sociais é simplesmente fantástico.

>> Negócio Online: Quanto Custa Montar um Negócio Online do Zero? <<

Imagine ter como promover seu negócio de maneira gratuita e mesmo que faça um anúncio pago o valor é infinitamente menor que um tempo na TV, no rádio, ou um espaço em revistas e jornais.

O ponto forte do marketing digital além do baixo custo, é que ele é muito abrangente, ou seja, você pode impactar pessoas ao redor do mundo se assim desejar e direcionar sua campanha para isso.

>> Por que o Marketing Digital é Importante Para Pequenas Empresas? <<

Como usar o marketing digital em seu negócio, seja ele qual for

Mas, como usar essa poderosa ferramenta em seu negócio?

Será que basta sair publicando em todos os lugares, deixando links para suas páginas nas redes sociais e em todos os locais que você puder acessar?

Claro que não! Isso seria uma campanha de spam que se mostraria muito ineficaz em pouco tempo, além de fazer com que o público pegasse raiva da sua marca/produto/serviço.

Com o marketing digital e a internet as pessoas agora podem escolher o que desejam ver, diferente de como eram as propagandas antigamente.

No meio da programação de TV sempre havia um tempo para os comerciais, e não muito raro o público aproveitava justamente esses momentos para ir ao banheiro, beber água, ou fazer outra coisa.

Ou seja, ele não queria assistir aos comerciais, mas não tinha opção nem como reclamar sobre isso, pois sem a propaganda dos anunciantes as emissoras não tinham como manter os programas no ar.

Hoje, se estamos lendo ou assistindo alguma coisa na internet podemos escolher NÃO assistir os comerciais e propagandas, haja visto a existência do botão PULAR ANÚNCIO no Youtube e da possibilidade de fechar as abas do Adsense nos blogs.

É justamente por causa desse marketing de “intromissão” do passado, que para anunciar nas redes sociais e ser efetivo é preciso criar campanhas que não se destaquem muito no feed, os chamados native ads (anúncios nativos).

Quantas vezes você já clicou em uma postagem no face e só depois é que percebeu que estava escrito “patrocinado” em cima?

Pois é, hoje em dia para promover produtos, marcas e serviços é preciso ser natural, ou corre-se o risco de espantar o público.

Com isso você já deve ter entendido que é preciso usar o marketing digital de forma inteligente para promover o que deseja, mas existem formas específicas para fazer essa promoção?

Sim! Os 3 pilares do marketing digital são o SEO, o inbound marketing e o marketing de conteúdo. Veja abaixo o que significa cada um deles e como usá-los no seu negócio.

Marketing digital e SEO

SEO é a sigla usada para a expressão em inglês Search Engine Optimization que em português quer dizer Otimização para mecanismos de busca.

Você já deve ter ouvido falar disso, mas basicamente são técnicas utilizadas por blogueiros, donos de mini sites, canais do youtube e até postagens nas redes sociais que permitem que o conteúdo fique mais fácil de ser encontrado pelo público.

A base principal do SEO é a palavra-chave que nada mais é que a forma como as pessoas buscam pelos assuntos no Google e em outros mecanismos como Bing e Yahoo.

Cada vez que alguém digita uma busca na caixa do Google o algoritmo varre a internet buscando quais são as páginas que atendem melhor aquela pesquisa.

Para ser escolhido pelo algoritmo é preciso seguir uma série de estratégias tornando o que os especialistas chamam de “página amigável” que tem mais chance de aparecer na primeira página de resultados.

Muitos profissionais de marketing gostam de trabalhar com SEO porque quando se está ranqueado na primeira página as visitas ao site, blog, canal, são quase que ininterruptas e orgânicas (gratuitas).

Dentro das estratégias de marketing digital o SEO é o responsável por colocar uma página em evidência para receber visitas qualificadas, já que as pessoas chegarão até o blog porque pesquisaram sobre o assunto.

Inbound Marketing

Como o próprio nome sugere, é o marketing feito de dentro para fora, ou seja, são todas as estratégias utilizadas por uma empresa para atrair o público e não correr atrás dele com propagandas chatas.

inbound marketing

O termo existe há muito tempo, já nos anos 40 se falava sobre isso, mas foi apenas em 1999 com o livro “Permission Marketing” de Seth Godin que as diretrizes para praticar inbound marketing foram definidas.

O livro é considerado a cartilha do inbound e traça planos básicos de como marcas, empresas, produtos, serviços e personalidades podem atrair o público sem precisar invadir seu espaço.

Também chamado de marketing de permissão, o inbound utiliza estratégias específicas para atrair as pessoas, educa-las quanto ao seu produto/serviço, para somente depois fazer uma oferta propriamente dita.

Em contrapartida o outbound marketing é aquele feito de fora para dentro e ainda possui as características do marketing praticado antigamente, com anúncios intromissivos e muitas vezes indesejados.

Aqueles anúncios que encontramos em blogs monetizados com o Adsense são um exemplo vivo de outbound, pois simplesmente aparecem no meio do conteúdo, sem haver uma pergunta antes.

O nascimento do inbound se deveu justamente ao fato de que o público não estava gostando de ver as propagandas a toda hora, então os especialistas começaram em uma forma de anunciar sem aborrecer o público.

Hoje temos expressões como marketing de atração, marketing de relacionamento, e todas elas ajudaram a mudar a cara do marketing como um todo.

É claro que para quem ainda usa os meios antigos de propaganda, não tem como não ser intromissivo, mas a qualidade dos anúncios e principalmente o uso de gatilhos mentais faz com que essa propaganda não seja tão rechaçada.

Marketing de conteúdo

O último pilar do marketing digital é também o mais importante, pois é através dele que conseguimos atrair as pessoas até nossas páginas, produtos e serviços.

O marketing de conteúdo é composto de artigos, vídeos, iscas digitais, postagens nas redes sociais, e todo tipo de conteúdo que seja produzido com o intuito de informar o público.

Hoje as pessoas pesquisam bastante antes de comprarem produtos e serviços, justamente porque a internet está cheia de informações gratuitas disponíveis.

Blogs de nicho costumam ter iscas digitais que são pedaços de um assunto maior, que informam o público sobre uma determinada maneira de resolver um problema, ou entregam um benefício imediato.

A partir dessas iscas o público se conecta com a marca, tornando-se o que chamamos de lead, ou prospecto.

>> O que é uma Isca Digital? <<

Conforme essa lead vai consumindo todo conteúdo que existe dentro do blog em questão ela vai sendo preparada para receber a oferta de um produto/serviço pago.

Percebe como é feita a atração do público?

Criando uma isca digital com um assunto que realmente interessa para o público, essas pessoas deixam um e-mail para poderem pegar esse presente.

Esse e-mail vai parar em uma lista que recebe conteúdos periódicos relativos ao assunto principal do nicho (emagrecer, curar diabetes, criar um blog, etc).

Depois que a pessoa passa por um crescendo de informações (o funil de vendas) ela finalmente está pronta para tornar-se uma compradora do que está sendo ofertado, saindo da categoria de lead para a de cliente.

O marketing de conteúdo precisa ser usado por todas as pessoas que pretendem trabalhar tanto no mercado de afiliados, como sendo criadoras de seus próprios produtos.

Mesmo quem trabalha com lojas virtuais e físicas, precisa atrair o público dando dicas de como usar melhor os produtos, ou ainda curiosidades da linha de produção, etc.

Hoje em dia o público quer saber dos bastidores e quer conhecer como as coisas são feitas, uma maneira de se conectar mais com os produtos/serviços que consome.

Assim, utilizar artigos em blogs, vídeos no youtube, ajudando as pessoas a conhecerem melhor produtos e serviços é a melhor maneira de atrair público qualificado para suas páginas.

Como você viu, o marketing digital vem mudar a maneira como anunciantes e consumidores se relacionam, tornando esse relacionamento mais agradável e produtivo para ambas partes.

Estudos feitos por várias empresas de marketing americanas mostram que as empresas que praticam o inbound marketing e o marketing de conteúdo tendem a atrair mais prospectos e com isso acabam fazendo mais vendas.

Se você está chegando agora no marketing digital precisa estudar bastante para conseguir usá-lo com eficácia em seu negócio online.

Afinal, as vantagens de utilizá-lo em detrimento do crescimento do seu negócio são inúmeras como pode ver abaixo.

Vantagens do marketing digital

vantagens do marketing digital

O marketing tradicional teve os seus dias de glória e hoje foi apenas potencializado com o surgimento de novas tecnologias que propiciaram a inovação e revolução do marketing comum.

O marketing digital surgiu com várias vantagens que fomentam a criação e crescimento de qualquer tipo de negócio.

1. Interação a um clique

Diferentemente do marketing tradicional, no marketing digital a questão da comunicação e interação com o cliente final se potencializa, pois com apenas alguns cliques as empresas podem se comunicar efetivamente com sua carteira de clientes.

Essa é uma via de mão dupla, pois os clientes também podem entrar em contato com a empresa sem precisar se deslocar até a loja física e etc.

Essa interação fortalece o conceito de prova social, onde os próprios clientes podem deixar depoimentos de satisfação sobre a empresa e isso com certeza engradece o poder de qualquer empresa.

2. Suporte pós-compra efetivo

Um dos itens mais importantes de um processo de compra e venda, o suporte pós-venda é visto como algo primordial em qualquer estratégia de marketing.

Manter um relacionamento com o seu cliente logo após a compra de um produto ou serviço é muito poderoso. E o marketing digital facilita essa comunicação e intensifica as chances daquele cliente se fidelizar junto a sua empresa.

3. Rompimento de barreiras

Imagine seu negócio físico na sua cidade. Provavelmente sem a existência da internet você estaria limitado ao campo físico da sua região.

Hoje, temos dentro do marketing digital a vantagem de romper barreiras e conseguir atender todo o mundo.

Imagine você vendendo o seu produto ou serviço para pessoas do outro lado do país? Ou até mesmo para fora do Brasil?

Top né?

Com o marketing digital tudo isso é possível. Eu mesmo sou um exemplo disso! Hoje tenho alunos em diversos locais do país e do mundo. Tudo isso graças ao marketing digital!

4. Custo-benefício

Trabalhar com marketing digital é muito vantajoso e BARATO.

O custo hoje para montar um negócio 100% online nem se compara aos custos de um negócio físico.

Não estou falando para você abandonar o seu negócio físico, pelo contrário, alinhe o marketing tradicional que você já faz, com o marketing digital e veja o seu negócio crescer em pelo menos 60%.

Essas são apenas algumas das inúmeras vantagens existentes em investir no marketing digital.

Os 8P’s do Marketing Digital

os 8ps do marketing digital

Você já ouviu falar dos 4P’s do marketing tradicional? Também conhecido como “marketing mix“?

Basicamente consistem em um conjunto de estratégias voltadas exclusivamente para a aproximação do seu negócio junto ao seu cliente.

Os 4P’s formam o “Produto”, “Preço”, “Praça” e “Promoção”. Cada “P” possui suas especificidades e importância no processo de marketing.

Com o avanço do marketing digital, essa metodologia foi ampliada e melhorada, dando origem aos 8P’s do marketing digital.

1. Pesquisa

O primeiro “P” frisa a importância da pesquisa no inicio de um planejamento de marketing.

Conhecer o mercado e o seu público-alvo é de extrema importância para o crescimento do seu negócio.

2. Planejamento

No marketing digital o planejamento é item de extrema importância.

Qualquer estratégia que deseje utilizar  deve haver um planejamento inicial, como, por exemplo, público-alvo, ações que serão executadas, escolha dos canais de comunicação, orçamento disponível e etc.

3. Produção

Após a fase de planejamento entra a fase de produção.

Aqui é importante produzir um material que esteja alinhado com o tipo de canal escolhido, bem como a comunicação utilizada de acordo com o público-alvo selecionado.

4. Publicação

Depois de produzidos os materiais, é hora de publicá-los nos canais de comunicação escolhidos na fase de planejamento.

Novamente reforço a importância de um bom planejamento.

5. Promoção

Após a publicação dos materiais, é hora de promovê-los.

Essa promoção de conteúdo fará com que seus materiais tenham um alcance maior, bem como atinjam o maior número de pessoas possível.

6. Propagação

A propagação está inteiramente ligada ao tipo de conteúdo que você criou e disponibilizou.

Se o seu conteúdo não possuir qualidade, e nem tão pouco um poder de engajamento, possivelmente, as pessoas que o consumirem não se sentirão tentadas a compartilhar o mesmo.

Isso vai prejudicar em partes a disseminação da sua mensagem.

7. Personalização

Conhecer o seu público a fundo é importante para criar um material personalizado e com isso atender as expectativas do mesmo.

Personalize seus materiais de acordo com o gosto do seu público e veja o sexto “P” (propagação) entrar em ação naturalmente.

8. Precisão

No último “P” você será capaz de medir a eficiência das suas campanhas, conteúdos e estratégias determinadas na fase de planejamento.

Costumo chamar essa fase de “Mensuração”. Essa etapa é muito importante para você conseguir identificar o que está dando certo e o que não está, para você poder melhorar e consequentemente crescer o seu negócio absurdamente.

Para essa fase de mensuração é importante conhecer algumas métricas do marketing digital.

Principais Métricas de Marketing Digital

metricas de marketing digital

Como falei mais acima, a fase de precisão exige que você faça uma mensuração das suas estratégias.

Isso é importante para identificar o que está dando certou ou não, visando sempre a melhoria do seu empreendimento.

1. ROI – Retorno Sobre o Investimento

Essa métrica consiste basicamente em avaliar a lucratividade dos seus investimentos.

O ROI representa uma comparação entre o quanto você gastou e o quanto você cresceu em vendas, representada pela fórmula:

ROI = retorno – custo do investimento / custo do investimento.

Ou seja, você soma todas as vendas e subtrai o valor de tudo que foi gasto.

2. CAC – Custo de Aquisição de Clientes

O CAC é a relação entre o número de clientes e o gasto que você tem com marketing digital.

Essa métrica busca responder o questionamento: “Quanto estou gastando por cada novo cliente?

Ela é calculada pela divisão dos seus custos para aquisição de novos clientes pelo número de novos clientes adquiridos no período. Geralmente é bom fazer esse cálculo por mês.

3. CPL – Custo por Lead

O custo por lead ajuda a empresa identificar o custo por cada lead gerado.

O cálculo é feito dividindo o valor investido em marketing digital pelo número de leads gerados.

4. Taxa de conversão

No final de tudo, o que realmente importa é a taxa de conversão do seu negócio.

A conta é bem simples, basta você identificar quantos leads compraram o seu produto ou serviço.

Se o número for muito baixo, é importante identificar o que pode estar ocasionando isso e talvez quem sabe até mudar seu plano de marketing.

A taxa de conversão também é importante para testar quais canais trazem mais retorno, como, por exemplo, Youtube, Facebook, Blog, Instagram e etc.

Ferramentas de Marketing Digital

As ferramentas de marketing vão te auxiliar poderosamente na aplicabilidade das estratégias de conversão.

Ajudarão também no que tange a mensuração dos dados e tomada de decisão. Costumo afirmar que todo bom marqueteiro digital possui em seu acervo uma lista completa e poderosa de ferramentas de marketing digital.

>> 109 ferramentas de marketing digital que você precisa conhecer para estourar no empreendedorismo digital (86 delas são grátis) CLIQUE AQUI<<

Logo abaixo você vai encontrar as principais ferramentas que utilizo em meus negócios e farão uma diferença enorme em suas estratégias.

Ferramentas de SEO

Trabalhar com SEO exige a utilização de ferramentas poderosas. Para tal existem ferramentas de análise da concorrência, pesquisa de palavras-chave, verificação de backlinks e várias outras.

Pesquisa de Palavras-chave

Essas ferramentas possibilitam ao usuário pesquisar termos-chave para suas estratégias de marketing e principalmente produção de conteúdo.

Conheça as principais:

SEO Técnico

Esse rol de ferramentas serve basicamente para analisar aspectos técnicos do site/blog, como, por exemplo, autoridade, verificar erros de SEO, backlinks, dentre outros.

Conheça as principais:

Backlinks

As ferramentas de backlinks servem para avaliar a qualidade dos links que você recebe, bem como, links de baixo padrão e indesejados.

Conheça as principais:

Ferramentas de Análise

Esse tipo de ferramentas serve basicamente para mensurar suas estratégias no geral. Através do uso das mesmas, você poderá medir a eficiência e com isso, modificar ou ajustar algo que não está dando certo.

Análise de Métricas

Hoje em dia é bem comum encontrarmos ferramentas completas com painéis de métricas bem úteis para o desenvolvimento da estratégia em si.

Elas permitem o acompanhamento de fatores como tráfego, origem de tráfego e etc.

Conheça as principais:

Análise da Concorrência

Ferramentas de análise da concorrência são importantes para você acompanhar os resultados dos seus concorrentes e replicar em suas estratégias.

Conheça as principais:

Ferramentas de Imagens

O visual do seu negócio (blog, site, redes sociais e etc) é fundamental para o sucesso e progresso do seu empreendimento.

Muitas pessoas encontram dificuldades nessa parte devido aos altos custos envolvidos com os profissionais capacitados, por isso, muitas vezes recorrem aos bancos de imagens.

Mas, para você que deseja se aventurar e aprender um pouco mais sobre esta parte importante do negócio existem boas ferramentas e que não são tão difíceis de aprender, veja:

Ferramentas de Vídeos

Não podemos menosprezar esse formato de conteúdo.

Atualmente estamos sendo bombardeados com este tipo de conteúdo e utilizá-lo em prol das nossas estratégias é a melhor via para alcançar o sucesso.

Similar ao trabalho com as imagens, produzir e editar vídeos não é uma tarefa das mais simples, exige estudo, esforço e dedicação para dominar a arte de gravar e editar vídeos.

Algumas ferramentas que podem te ajudar nisso:

Ferramentas de Redes Sociais

Para facilitar o gerenciamento das suas redes sociais é importantíssimo utilizar ferramentas de gestão das redes.

Com isso, você conseguirá poupar tempo e se organizar melhor ao utilizar tais mídias em seu negócio.

Conheça as principais:

Ferramentas de E-mail Marketing

Não poderia deixar de fora um dos pilares do marketing digital.

O E-mail Marketing hoje assume uma parcela significativa nas estratégias de sucesso de vários empreendimentos ao redor do mundo.

E utilizar uma ferramenta poderosa capacita você a começar com o pé direito nesse mercado, por isso, as favoritas aqui do blog são:

No artigo abaixo você encontra uma lista completa com as melhores ferramentas de e-mail marketing da atualidade:

>> Clique Aqui Para Conhecer as Melhores Ferramentas de E-mail Marketing de Todos os Tempos <<

Será que preciso de um curso de marketing digital?

Com a grande quantidade de informação disponível gratuitamente na internet as pessoas costumam pensar assim: “Pra quê fazer um curso de marketing digital se encontro tudo na net?

Realmente tem muito conteúdo gratuito na internet, inclusive eu mesmo disponibilizo diversos materiais de qualidade sobre este assunto.

Porém, se você quiser ir para o próximo nível e não perder tempo buscando informações de qualidade sugiro fortemente que adquira um curso específico de marketing digital.

O ideal é que tal curso te prepare para todos os desafios que virão quando o assunto é gerir um negócio pela internet.

E neste momento não me surge nenhum nome tão bom quanto o Fórmula Negócio Online do Alex Vargas.

Em minha opinião este é o melhor curso de marketing da atualidade e atende todas as lacunas existentes para te tornar um exímio profissional.

Pode até parecer mentira, porém, além de mim, que obtive sucesso com este curso, existe uma centena de outras pessoas que também fizeram e estão satisfeitas, veja:

>> Clique Aqui Para Visualizar os Depoimentos <<

Conclusão

Espero que este artigo tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre marketing digital. Se você já tem um negócio físico e deseja entrar no “mundo online”, a chance é essa. Tenho certeza que seu negócio passará para o próximo nível em faturamento e rendimentos.

Aproveite e assista meu vídeo sincero sobre frustrações e motivações no marketing digital:

Gostou do artigo? Tem algo para acrescentar? Opinião, sugestão ou algo do tipo? Deixe o seu comentário abaixo! Os melhores comentários estão ganhando brindes aqui no blog, não perca esta chance!

No mais um grande abraço e até a próxima!

  • Olá Wilker, muito legal o conteúdo do seu blog e esse artigo ficou top. Aqui, você pode tirar uma dúvida? Onde você consegue as imagens que utiliza nos artigos?
    Obrigado e parabéns